Who’s that girl?

_ I’m not that girl, Edward. The one who gets married right out high school like some small-town hick who got knocked up by her boyfriend! Do you know what people would think? Do you realize what century this is? People don’t just get married at eighteen! Not smart people, not responsible, mature people! That’s not who am I...

_ You see, Bella, I was always that boy. In my world, I was already a man. I wasn’t looking for love – no, I was far too eager to be a soldier for that; I thought of nothing but the idealized glory of the war that they were selling prospectives draftees then (…), but I had found…I was goind to say if I found someone, but that won’t do. If I had found you, there isn’t a doubt in my mind how I would have proceeded. I was that boy who would have – as soon as I discovered that you were what I was looking for – gotten down on one knee and endeavored to secure your hand. I would have wanted you for eternity, even when the word didn’t have quite the same connotations.

.

Esse trecho eu vou ter que traduzir. É lindo demais. Quer ler? É só clicar abaixo.


_ Eu não sou essa garota, Edward. Aquela que se casa logo depois de se formar no colégio, como uma caipira de cidade pequena que acabou de engravidar do namorado! Você imagina o que as pessoas vão pensar? Você tem noção de que século é esse? As pessoas não se casam com 18 anos! Não as pessoas espertas, responsáveis, maduras! Eu não sou assim…

_ Você vê, Bella, eu sempre fui esse cara. No meu mundo (ele se torna vampiro em 1918), eu já era um homem. Eu não estava procurando pelo amor – não, eu estava muito mais inclinado a ser um soldado, eu na pensava em nada além da glória da guerra, como divulgavam na época (…), mas se eu tivesse encontrado… eu ia dizer se eu tivesse encontrado alguém, mas não é bem assim. Se eu tivesse encontrado você, eu não tenho dúvidas sobre como agiria. Eu seria aquele cara que teria – assim que eu descobrisse que você era o que eu estava procurando – me ajoelhado e me esforçado para segurar a sua mão. Eu teria desejado você pela eternidade, mesmo que a palavra não tivesse a mesma conotação de hoje.

.

Gosto de acreditar que tenho um cara exatamente assim ao meu lado. Um cavalheiro à moda antiga, tipo vintage mesmo, daqueles que não se fabricam mais. Quando leio coisas assim, não penso tanto no que não existe, mas no que existe. E sou feliz pq acho que tenho um Edward assim do meu lado – menos teatral, lógico. Que bom.

Advertisements

7 thoughts on “Who’s that girl?

  1. Fernanda says:

    Ah menina…eu li todos em inglês (pq baixei na net), e em inglês parece soar ainda mais romantico que em português. Mas me decepcionei com o último livro (minha mãe tb – que ela tb é fá do Edward…hahahaha).

    Sei lá…os primeiros são mais romantiquinhos e menos “viajantes”. Tive momentos de paixão eterna pelo Edward, mas o meu era meio diferente do Robert (muito embora ele tenha ficado bem no papel). Meu Edward tinha um estilo um poquito mais maduro e sedutor…

    Beijocas!

  2. Marcela says:

    Eu te disse: é impossível não amá-lo e nem ser team Edward!!! [2]

    Como que alguém não ama um cara que quer proteger sua “alma”, quer casar com vc, te amar eternamente, te dar tudo….melDeus!!!!

  3. Annina says:

    Ai, eu tbm.

    Essa sensação é TÃO gostosa.
    Tão, tão, tão que às vezes eu fico com uma vontade de chorar ao constatar o quanto estou feliz.

    Ai, coração.

    Beijo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s