Contexto Histórico

[Na época da escola, em todo e qualquer trabalho em que eu não tinha muito o que dizer, fazia logo uma introdução, que batizava com o pomposo título de Contexto Histórico. Idiota ou não, me salvou de algumas notas baixas.]

.semana do cabelón

Eu adoro mudar o cabelo. Adoro. Tenho preguiça de ter sempre a mesma cara, o mesmo estilo. Então passo por fases. Apresento algumas para vocês.

.

Infância

1995

Foto de 1995 – 10 anos.

.

Durante grande parte da infância meu cabelo foi assim, bem cacheadinho. Eu não odiava, mas também não amava: as crianças de cabelo liso podiam brincar de cabelereiro à vontade, enquanto eu não podia tocar nele que a coisa tomava forma, armava, um horror. Então vivia com faixas, rabos, tranças e outros penteados que minha mãe fazia – e não eram poucas as opções.

.

Início da Adolescência

1999

Foto de 1999 – 14 anos.

.

Quando o bagulho começou a ficar tenso, comecei a relaxar os cachos. Religiosamente eu ia ao salão e abaixava a raiz. Usei guanidina, hidróxido de sódio. E o relaxamento te escraviza: você não pode pintar, não pode usar qualquer outra química que o cabelo começa a cair. E quando começa a crescer, perdey playboy: tá na hora de relaxar de novo.

.

2001

.

Em um momento em que o meu cabelo estava muito fraco, apelei pras tranças. Adorei o resultado, e aí ficou assim: toda vez que estava de saco cheio de relaxar, trançava os fios.

.

2004

.

2006

.

2007

.

Já no fim da faculdade eu cheguei a usar megahair. Foram dois momentos, em 2006 e 2007.

.

2006mega

.

Cheguei a alternar com tranças e depois, quando tirei, meu cabelo estava com as pontas ainda de relaxamento. Dei a louca e cortei mesmo, tosei. Nunca tinha usado cabelo curtinho na vida, e morri de medo. A verdade é que os cabelos longos são meio que uma cortina que nos esconde, né? Dá pra fazer charme, deixar caindo no olho e tal. E o cabelo curto meio que te expõe, diz é isso mesmo que você tá vendo aí, essa sou eu, e isso dá um medinho. Mas deixa eu falar uma coisa: nunca chamei tanta atenção. Lembro que logo que comecei a usar o black usava umas roupas étnicas da Totem, tipo saião e estampas lindas. Ficava todo mundo olhando, como seu eu tivesse acabado de chegar da África, ahahhaha. Recebi muitos elogios🙂

.

Geral 111

.

 

;

Daí que resolvi começar a pintar e não quero outra coisa (por enquanto). Eu puxo as mechas a mais ou menos 2 dedos da raiz, como se estivessem queimadas de sol mesmo. E não pinto mais que 3 vezes por ano, pq meu cabelo é muito seco e fino. Dia 28 de novembro vou dar um pulo no salão para retocar o cabelo pro fim de ano (a última vez que pintei foi em julho, se não me engano, quando cortei), e vou perguntar pra minha cabelereira do coração (Beatriz, do Beleza Natural de Ipanema) qual é a cor exata. Pq cada vez que vou lá passo uma diferente.

.

Então, depois dessa enrolação contexto histórico, me digam: qual cabelo vocês preferem? Pq?

31 thoughts on “Contexto Histórico

  1. Carol Martins says:

    Fala sério… Com um cabelo liiindo assim, e com este rosto…
    Não tem como falar qual fica melhor… Pode colocar qualquer um, que tá linda.
    Ah, desculpe… A intensão não foi puxar o saco… é que realmente te acho lindinha e sou simplesente A P A I X O N A D A pelo seu cabelo…
    Abração

  2. Lola says:

    Eu adoro o cabelo que tu usa hoje, lindoo demais!

    Adoro black power, super invejo hahahaha (invejinha boa, claro!). Fica lindo com flores tipo Vanessa da Mata.

    Beijoo flor.

  3. veronica says:

    Fezinha, adorei saber a história do seu hair!
    eu gosto desse trançadinho em cima e solto nas pontas, mas gosto tb do cabelo que vc usa hj, essa sua vibe cachinho-dourado-power é linda! = )
    bjsss

  4. Luciani says:

    Nossa senhora! a minha cara de bunda e de baby naquela foto de 2004 tá terrível! huhuhu
    realmente, mts transformações, fê!
    bjsssssss

  5. Camila says:

    Eu adorei o de 2006, na foto que vc está encostada em um tecido vermelho….achei super natural, bem menina….!

    Mas o de agora está mais moderno….gosto dos 2!

    Bjus flor!

  6. Jac says:

    Sem dúvida o atual!
    Usar o cabelo natural tendo a certeza de que ele está lindo e saudável não tem preço!
    Eu considero o fato de não precisar retocar nada, além do corte ou da cor, um peso a menos na vida, comparável a não precisar de dieta ehhehe.
    BJO

  7. Lily Zemuner says:

    Amei todos, pq vc é muito linda, amiga. Vc fica bem de qualquer jeito, acho que até careca, se tiver vontade. Mas prefiro o corte atual. Moderno, te deixa sexy, é lindo! Sempre falei que amo seu cabelo, né? Então só estou mantendo oq sempre disse.

    Beijos, querida.
    Nada do sapatinho?

  8. Silvia says:

    Meninaaaaaa adorei este post! me identifiquei tanto com seu contexto histórico capilar! rs
    Já tive tantos cabelos, tantas cores, tantas formas. Lisos, enrolados, crespos nossa… me deu até vontade de fazer um post igual.
    Mas o seu melhor cabelo é o atual. Linda, super moderna. E adorei a cor.
    Já o meu… já preferi outros ! o de agora tá me irritando…

    beijo

  9. Camila Gusmão says:

    Muito legal seu post!
    Eu queria ter uma história capilar assim, mas meu cabelo nunca mudou de cor e de corte não teve nada muito drástico e mesmo assim eu não tenho um registro fotográfico organizadinho dos diferentes momentos :~
    Eu também gosto do seu cabelo do jeito que tá, fica muito bem em você ^^
    beijosss!!

  10. Fefeh B. says:

    Fer, eu coloquei no post do After Party, gatona!😉
    Mas eu super queria dicas pra meninas q querem deixar o cabelo ondulado! \o

    Achei FIERCE o de 2007, mas o atual é, com certeza, o mais estiloso!

    beeeijos, xará!

    PS: olha sexta, hein?
    Assiste e cobiça Jacó por mim, pls? hahahah
    Não vou poder ver essa semana!😦

  11. Taisa says:

    Nossa, sua fase Beyoncè 2006 & 2007 arrasô!

    E é engraçado ver que pessoas que “sofrem” com o mesmo cabelo passam pelo mesmo… QUando criança só dava penteado pra amansar o cabelo, depois sucumbi à praticidade das tranças por anos só pra quase 1 década depois assumir a juba.

    E que bom que você falou do Beleza Natural, porque eu só ouço coisas ruins sobre ele! Que o cabelo cai, que o atendimento não presta… Disso pra pior!

    Uma pergunta: a cor da raiz do seu cabelo é castanho claro mesmo e o resto é efeito “queimado”?

    XOXO

  12. Mei says:

    Nossa Fe! Adorei o contexto histórico dos seus cabelos, mas sabe de uma coisa, o atual, curtinho, lorinho, fica tão sua cara, é moderninho, fofo, acho lindo!
    Beijãoo! =)

  13. Marília says:

    Olha, as tranças ficam um loooxoo em você…mas vamos combinar, baby: esse cabelo estilo negona(sem pejorativo, porque também sou um, então tá tudo em casa!) recém chegada do exterior, cheia de bossa do Rio de Janeiro, cabelo tipo queimadin de sol…Tá brincando? Tá lindo assim mesmo!

    Larga os cachinhos assim,estão leeendos!

    Arrasa, Fernandoca!

  14. katia says:

    Oi, Boa-tarde. Li seu blog hoje e prentendo segui-lo.VC frequenta o Beleza Natural é? Então seu cabelo usa o super relaxante de D.Zica correto? È que estou pensando em abandonar de vez a guanidina e assumir o crespo natural, mas sem nenhum relaxamento não dá. Me responda por favor sua resposta será importante na minha decisão. Bjs.

  15. Flaila says:

    Adorei como ele está agora, + curto e bem cacheado. Eu tinha o cabelo cacheado tbm, mas fiz progressiva, me arrependi, será que rola fazer um permanente??

    Bjo

  16. Suellen says:

    Oi Fernanda! Depois de usar black um tempo (2 ou 3 anos) meu cabelo estava enorme e resolvi alisar.Estava grandão e adorei. Até enjoar dele liso e cortar tudo num acesso de revolta contra chapinha. Pensei em vc, no seu cabelón lindo e passei a tesoura em tudo, tudo mesmo, ficou curtinho e hj, 5 meses depois ele está lindo, cacheadinho e do tamanho do seu na última foto. Ele é muito preto e por isso tenho medo de clarear e não ficar legal, então deixo natural mesmo. Posso dizer que foi a melhor coisa que eu fiz!! Amo!!! É muito prático e não quero mais ser escrava dos alisamentos, progressivas e chapinhas! Abuso dos lenços coloridos enrolados tipo turbante! Ah! Vc fica linda com todos os cabelos pq vc é linda mesmo, mas eu prefiro o seu cabelo como ele está agora, clarinho e natural! Fica estilosa, elegante, natural e te dá um ar de despojamento que combina com seu jeitinho! Beijos e obrigada por me ajudar a tomar coragem para cortar e recomeçar do zero!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s