Vamos discutchir?

Deix’eu explicar: adoro um bafafá. Adoooooro. Por isso, nunca leio só o post, mas sempre reservo um tempinho para os comentários indignados, pras meninas que muitas vezes perdem tempo se xingando (chingando?), pros advogados de plantão que resolvem defender o outro lado, enfim. Adoro, adoro. Aí ontem tava lá no Garotas Estúpidas e me deparei com esse post:

.

Então, né, antes de mais nada, ninguém está aqui para dizer quem pode e quem não pode usar isso ou aquilo. Mas a verdade é que, com a democratização da moda, as temdensias (me sinto uma retardada falando assim) chegam pra todo mundo. Mas aí rola um estranhamento quando você não se identifica com a pessoa, né?

Daí eu pergunto pra vocês, minhazamiga: como se sentem? Se a Waleska Popozuda aparece de Chanel 2.55, você acha que é o momento de parar de usar? Ou fica numa boua?

Tô louca pra ler os comentários de vocês!

(e daqui a pouco venho aqui dar a minha opinião!) CHEGUEI!

UPDATE: Eu acho que a gente deve vestir o que combina com a gente, na nossa opinião. E vamos combinar que ninguém quer ser brega, ninguém quer ser gordo, pq são coisas uós na nossa sociedade. Então todo mundo prefere se jogar no que é aceito – e não venham me dizer ah, mas a galerinha absurdete do cabelo azul não se importa com o que a sociedade careta pensa deles, pq oi? eles querem ser aceitos sim, mas pela sua própria galerinha de cabelo azul – e isso inclui nossa amiga Mirella. E vou além: acho que a gente, meninas normais, de uma forma geral, ousa pouco. Usamos a bolsinha pseudo Chanel 2.55 pq tá todo mundo usando, é bonitinha, beleza. Mas acho que a gente tem que se desafiar. Experimentar. Sair do lugar comum sempre. Aí quero ver se vamos ver Mirella e mulheres-fruta acompanharem o ritmo! hahaha

Advertisements

30 thoughts on “Vamos discutchir?

  1. michelle says:

    fÊ sinceramente acho que as tendências são para ser usadas quando elas nos caem bem, se a fulana usa ou não e se essa fulana é uma escrota, o problema é dela e das escrotas que usam o que não lhe caem bem só porque viu a outra usando.
    Não deixo de usar o que gosto porque virou moda popular, ou porque a mulher melancia estava usando. SE eu estiver feliz me sentido bem vou que vou amarradona.
    beijocas linduca!!!
    Amei dar uma protestada…hahahha!!!!

  2. Luciana Marques says:

    é… então, acho mesmo é que temos que nos sentir bem. as tendências estão aí pra isso. sempre vão existir coisas que não ficam muito bem em você e caem perfeitamente em outras. mas nem todo mundo tem essa noção em frente ao espelho. e será que precisamos ter mesmo essa noção? preferi ver essa moça aí em cima com essas roupinhas do que com calça da gang!!! =D hihihihi

  3. Renata Sabino says:

    Gatan, eu tipo sou meio esquisita. Ou leonina…
    Não gosto muito de me jogar em todas as “tendemcias” pq não gosto de andar igual aos outros. Tem gente que carrega super bem umas coisas, outras não e acho que é por aí. Tipo, vc fica fantástica com esses esmaltes neon, tenho duas outras amigas que ficam também mas particularmente acho feio e não usaria. Eu respeito isso.
    Mix de colar existe desde que o mundo é mundo, então…
    Batom Snob, well, tenho e sinceramente acho feio. Uso muito pouco, eu gosto é de cor forte na boca, uso muito nude pq fica bem em mim, mas curto batom de personalidade.
    Chanel 2.55, sempre achei lindo antes de saber que era Chanel, que era clássico…
    Poderia enumerar outras coisas, mas pra mim o que eu acho, digamos… “não tendencia” é esse lance de “it girls”, me cansa sabe. As pessoas se colocam a seguir o que x ou y veste ou usa e onde é que fica a personalidade?
    Cadê a criatividade, o se expressar através da sua roupa?
    Sem contar que muitas dessas “it girls” ( bocejo ) tem muita grana, ou muito patrocínio, o que não é tão fácil no nosso mundo de “pessoas reais” e o que lemos a torto e a direita é “comprei um MAC, comprei Lancome…” putz, pra usar onde, pra fazer o que? Vai pagar em quantas vezes?!
    Não é preconceito, mas acho que não é um produto aclamado que vai fazer uma grande diferença no look, maquiagem não é plástica nem terapeuta. Eu vou ao mercado e vejo meninas trabalhando super bem maquiadinhas com cílios lindos e elas com certeza nunca usaram curvex! Por isso meu blog fala do Shu, acho algo tão, tão dispensável…O que faz diferença é o que a pessoa é a como ela se expressa.
    Eu tenho minhas crenças, minhas paixões e sou tão fiel a elas. Volta e meia as tendências ou modismos voltam e eu abraço somente aqueles que já fazem parte da minha historia, o resto eu deixo passar.
    Resumindo, Fernanda acredita no poder do esmalte verde, se joga e fica linda, Renata quase nunca faz as unhas e também fica linda.
    Mirella é marombada, é, e sério, que corpo super bem trabalhado o dela!
    Siga o que sua personalidade pedir, isso sim nunca vai sair de moda e com certeza as pessoas vão te olhar e vão achar vc fabulous!
    Beijo querida, desculpe escrever tanto!
    Merry Xmas!

  4. Celinha says:

    Eh eh primeiro coment no seu blog e já é pra descer a lenha na Mirela huahuaha. Mentira, sou phyna e vou pegar leve tá. Olha, pra falar a verdade eu me incomodo sim, mas nem é pelas tendências se tornarem populares, é porque simplesmente não fica bem nela. Me desculpem as pessoas que gostam da Mirela e das mulheres fruta mas ela consegue deixar o look vulgar. Pra que ser sexy o tempo todo? Será que é necessário tanto decote e shortinho? Gente não rola! Ela não transmite elegância de jeito nenhum. Um dos motivos que passei a ler o seu blog (vi lá no Pimenta Rosa) foi porque me identifiquei com seu estilo romântico de vestir que eu amo. Agora, já imaginou a mulher melancia em um look de Summer. Never, não dá pra imaginar. Estilo e elegância você tem ou não tem. Não adianta, pra mim elas serão sempre vulgares e não vai ser uma peça de grife ou uma tendência que irá livrá-las desse mal. Olha o gramú da Valeska usando Chanel e sentada no boteco comendo coxinha. Bjinhos.

  5. Simone says:

    O que eu só sei é que é indiscutível que ver a Mirella Santos – mulher do Latino e suposta amante da Lucília Diniz, mulher fruta, artista indefinida e clicada sempre com a bunda em voga rs – usando tendências famigeradas.

    E também só sei que a chanel 2.55 – ou as quase infintias versões que tem por aí – já enjôou um pouco mesmo.

    Mas no fundo, racionalmente, cada um usa o que quer, bonito fica ou não em cada um (e, principalmente, em quem vê) e tendência por tendência é estupidez.

    Hahaha deu pra entender? Enfim, entendo o lado do GE, acho too moralista criticá-la, mas sei que no fundo é esperado (e democrático, ao contrário do séc XVII que moda era ditada por assembléia anual) que isso aconteça.
    Senti um “o quê?” quando fui no iguatemi e só vi mulher-fruta saindo com (várias) sacolas da Missoni. Admito que deu dó do desperdício e invejinha! Rs…

    Bjos!

  6. Fezinha says:

    Depois da Renata, nem preciso mais me expressar…ela disse tudo!

    Se é tendencia, existe prá vender e pra quem quiser comprar. Saber usar já outra historia. Mas a Mirella tá dentro do estilo dela, e quem somos nós prá dizer que ela tá errada? Eu uso um monte de coisas erradas tb, a Betty usa umas coisas uó, a Alix já errou dezenas de vezes. Mas se eu gosto, e elas tb, qual o problema?

    Cara…morro de tédio das it girls…e ainda bem que não sou a única. Quero ser amiga da Renata! rsrsrssrs

    Vejo blog de gente rica e me dá preguiça, sabe? É muita marca, muito patrocínio, muito carão. Te falo mais: a ameeega Mirella é muito mais o meu mundo real do que a Alexa Chung. Eu sou pernuda, popozuda e as tendencias não servem em mim como servem nas Alexas, Bettys e Alixis. E dai? Não vou usar ankle boot pq sou baixinha?

    Mas tá…preciso falar que Snob na Mirella e na Samambaia…não rola! Hahahaha…só fica bem em gente SEM esse bronzeado e olhe lá! Eu sinceramente não sou amiga do Snob.

    Beijo!!!

    PS: qd vai ter post com opinião dos meninos? Tinha que ter um, e colocar em pauta o Snob, os esmaltes de cores malucas, saias tipo tutu, os vestidos que amamos (tipo un Vestido Y Un Amor), cintos com laço na frente e meia-calça da discórdia (tipo TODAS que comprei na última viagem, a sua meia azul, as meias da Lily). Acho digno!

  7. Paula says:

    Eu apenas acho que a informação de Moda ta aí pra todo mundo, aí fica difícil de todas as pessoas usarem de forma harmônica. Mas também tem aquele bairrismo chato de ‘só pq fulana(o) usou eu comecei a achar demais de ruim’

    Eu pensei MUITO antes de comprar um lenço palestino, por exemplo, mas aí quando bateu mesmo a vontade eu fui lá e comprei hahaha. É meio insano vc ligar a TV e ver uma funkeira total aleatória com aquela Melissa que você se apaixonou, mas é só respirar fundo hahaha

    (mas muito engraçado foi ver uma camiseta dos Beatles IGUALZINHA, ATÉ A COR na Domingas em Malhação. Mas a personagem tem um q de it girl, então beleza – e eu tenho a minha de bem antes ;D)

    Leio teu blog faz um tempo, aliás, nem sei como cheguei nele, e amei, até assinei no RSS mas tinha vergoinha de comentar, até que vim, comentei e venci
    =*

  8. Lanny says:

    Nao da pra parar de usar por causa das creuzas, ne? 🙂
    Tem mulher que sempre vai ter cara que comprou Luis Vitton no camelô e tem muher que vc sabe que comprou original. O segundo tipo nao pode deixar de usar pq fica com medo de ser identificada como o primeiro tipo. Acho que vc de cara, ja consegue identificar.
    A moça ai do lado eh uma especie a parte, que esta brotando na natureza das celebridades frutas/corpo/bunda: ela tem cara de creuza, mas compra original. E nada neste mundo tirar o ar creuza dela. Pior: vai chamar mais atenção “olha a creuza querendo parecer ryca” Hahaha….
    Quanto as tendencias, bem, seguir todas eh forçar demais, ne nao? Isso pra creuza e nao-creuza.

  9. thays says:

    Menina! Adorei a proposta!

    Concordo com o que já foi dito! Acho o Ó as chamadas “it girls só pelo fato de que não as vejo como “reais”, gosto de blogs como o seu Fê, o vende na farmácia, e afins, porque são sinceros… não uso roupas ou maquiagens super caras, porque sou uma estagiária, ando de ônibus todo dia (de 2 a 3 por dia), sou uma consumista até consciênte (na medida do possível!! hehe). Não vou comprar algo e ficar pagando em 15 vezes “sem juros” só p/ dizer que tenho… isso p/ mim é fugir da realidade. (opinião minha)

    pois bem, penso que não se deve deixar de usar algo só porque fulana ou ciclana usa e fica terrível ou sei lá… o que vale é nos sentirmos bem e confortáveis, diria até mais, nos sentirmos verdadeiras usando aquilo que condiz com o que gostamos e acreditamos.

    Beijoooooo

    Adoro seu blog!

  10. Ana Carolina says:

    Na verdade acho que é aquela questão entre moda e estilo. Eu por exemplo acho calça saruel super confortável, fica lindo no corpo, mas em mim não gosto, pois não faz meu estilo. Dae o que acontece é que tem essas pessoas que só usam pq esta na moda, e vc logo sente que aquilo não tem nada a ver com ela. É essa a sensação que tenho qdo vejo fotos de algumas celebridades. A moda é para todas, mas ter estilo não é pra qualquer uma não.

  11. Giselle says:

    Ah Fê, eu acho que a gente deve usar o que gosta e o que nos cai bem independente de tendência e de quem usa. É claro que ver uma Zooey Deschanel usando só azul é uma inspiração e tanto, e que ver uma fulaninha dessa que nem sei o nome usando chanel parece mais zoação, mas é a vida. O que não dá é deixar de usar o que gostamos pq fulaninha usa. Beijos e feliz natal!

  12. Geovana says:

    Oi fê, primeiro Feliz Natal neam… porque esse blog é tudodbom e tem um bom humor que eu atorommm… 😀

    Que alfinetada hein??? ui… esse post vai ser bombástico

    Pra mim o principal ponto positivo da moda é a democracia… assim rycas e creuzas podem ter acesso as mesmas tendências, cada uma no seu padrão/estilo de vida/dim dim disponivel essas coisas.

    A questão da Mirella é que aposta da modas criadas como reservadas as meninas super criativas estão se popularizando e caindo nos closets de pessoas vulgares como esse caso ai.

    Primeiro moda p mim é questão d personalidade e nada impede que uma pessoa adpte ao seu estilo as tendencias não é?? Mas a diferença que clara aqui é a vulgaridade.

    E ainda ‘it girl’, pra mim pelo menos, é aquela que inventa moda e estilo e não apenas adpta tendencias, assim aquelas meninas que tem rios de dinheiro para adquirir as roupas que querem nas grandes marcas e produtos top de linha não se classificam nessa categoria e como outras leitoras disseram acima… me da sono tudo isso

    Agora a verdadeira ‘it girl’ é aquela creuza que garimpa e faz tendência nesse sentido indico uma visitinha ao blog ‘na moda com pouco money ponto blogspot ponto com’ gente…. essa sim é um ‘it’ para mim

    E no caso Mirella o que me choca é a falta de personalidade e vulgaridade no momento de usar as tendências e claro que ver as tendências que amamos em pessoas desse naipe não agrada né.

  13. Marcela says:

    Coisa de garota que se acha it girl…odeio!!!!

    It é o cacete! Quem foi que disse que moda e tendência é só pra fashionistas que cobrem os joelhos e amam Chanel????
    Pelo amor de Deus, são as mesmas pessoas que reclamam que a Forever 21 não vende no Brasil, que os preços da MAC são absurdos aqui….e tem vergonha de asssumir que morrem de inveja da Mirela???? Só pq ela pode comprar????

    O que me desagrada na Mirela é o fato dela não decidir entre “cachorra”,
    “tchutchuca” ou “fashionista”….mas e daí???? Eu ainda não decidi entre”hippie”, “classica” e “meninorockeirodecamisadeflanela”!!!!

    Acho que o povo tem que parar de abdicar os direitos autorais de tudo que é porra que se fala, pelamordeDeus…não é pq eu fui a primeira a falar da porcaria do esmalte big universo que essa merda só pode ser usada pela minha turminha…Jesus minha amiga usava esse esmalte no segundo ano do segundo grau….em 2000 (!) e todo mundo chamava ela de maluca pq “aquelas cores de marca texto eram uó”.

    Não existe tendência ou qualquer porcaria exclusiva no mundo da moda, não depois da internet, do fast fashion…e, me desculpa, mas se o mundo todo sabe das tendências que se usam hoje a culpa é -quase- toda dos blogs. Então pede pra Camila filtrar a entrada de todas as garotas de classe baixa e não deixar nenhuma delas ler o GE…pq corre-se um sério risco de alguém da Cidade de Deus estar usando o coretivod a Tracta neste minuto…

    E isso é a morte de Karl Lagerfeld.

    …arranjar um tanque de roupa pra lavar ninguém quer…

  14. Lily Zemuner says:

    O problema é que esses It blogs famosinhos estão se achando no direito de ditar regras. Porque elas são famosas, só elas podem. Porque elas falaram primeiro de um assunto, ninguém mais pode. Elas se sentem donas das informações que todo mundo já conhece há séculos. E se sentem donas das tendências, porque só gente fina e rica pode. A coitada da Mirela, só pq tem cara de traveco, não pode. Mas vale lembrar que ela compra com um dinheiro que é fruto do trabalho dela. O que ela faz da vida para conseguir esse dinheiro não é problema nosso, o dinheiro é dela, ela faz dele o que quiser. Compra Chanel pra usar na praia, e daí? Quem foi que disso que isso é proibido?

    Uma vez arrumei uma mini encrenca com um “it blogueira” por causa de um post parecido com o do GE. Ela dizia das tendências que teria que parar de usar porque estava todo mundo usando. Vê o absurdo dessa frase? Isso é admitir que você não tem personalidade e que é só mais uma. Não é porque todo mundo usa saia de cintura alta que eu vou parar de usar. O meu jeito de usar é diferente de todos os outros. Isso é ter personalidade, é saber imprimir sua marca, seu estilo.

    A gente pode gostar de moda, tratar disso em nossos blogs da maneira como quiser, e eu adoro o GE. Mas é preciso tomar cuidado porque arrogância e prepotência soam mal. Todo mundo tem seu lugar ao sol, de Balenciaga, Louboutin e Chanel, se quiser. “Tô pagaaaaando…”

    • Annina says:

      Lily para Presidente da Associação das Blogueiras de 2ª Grandeza!

      Sim, né, baby! Pq é assim que somos vistas!

      Tem blog que se dá mais importância do que realmente tem!

      Adorei esse comentário!

      Suuuuuper assino embaixo!

  15. Analu says:

    Olha só gente, na verdade esse post não é só sobre Mirellas…é mais amplo ainda.Pq qdo uma coisa vira tendência, vira febre geral e todo mundo usa: riquíssimos, pobres, classe média…Vira objeto de desejo e se difunde.Um caso clássico é a Louis Vuitton: canso de ver nas ruas camelõs vendendo fakes…pq eles estão lá vendendo?! Pq tem a demanda, muita gente compra.Se não conseguissem vender nada, não teria contrabando, não teria falsificação….as pessoas ficam tão vidradas nesses objetos de desejo que querem de qq maneira, mesmo que seja fake ou produto de crime.Saindo da esfera criminal, fast fashion taí mesmo….tem a bolsinha estilo Chanel na Chanel mesmo e em todas as lojas da cidade, com todos os preços praticáveis.Pode usar a executiva rica como pode usar a menina pobre, nas lojas de comércio popular e camelôs rapidinho se encontra tudo o que se vê lá fora em termos de tudo: roupas, bolsas, oculos, etc….

    Muita gente quer usar pq vê a artista lindona de hollywood usando e quer se identificar com ela…se o mecanismo começa assim, é claro que a pessoa não vai ficar feliz e contente em constatar alguém que considera desprezível usando o mesmo produto…como no caso da Mirella,se a pessoa torce o nariz pra Mirella, por osmose termina torcendo o nariz para o que ela usa e toma horror daquilo…mas isso não tem solução! Se é modinha ou tendência, vai ser febre sim e vai ser usado indiscriminadamente por mulheres de todas as classes sociais, de todos os graus de educação, de todas as origens e de todos os tipos.Temos que ver o que cai bem na gente, o que alegra a nossa vida, como a gente se sente bonita…e deixar o resto pra lá.
    É tudo muito contraditório pq ao mesmo tempo que as pessoas querem ser diferentes, tb parecem querer ser muito iguais.

  16. polimerize says:

    Bom, acho que cada um usa o que gosta. Não gosto de julgar o que os indivíduos vestem. Mas algumas pessoas, algumas ‘it’s’ vivem em função do que vão vestir. Vivem num mundinho de roupas, sapatos e acessórios e nele só entra aqueles que pertencem a mesma classe social e que seguem tendências. Isso realmente cansa por ser superficial.

  17. Annina says:

    Fêêêê!

    Tbm adorooo um bafafá! Hahaha! Sou daquelas que sempre vai na aglomeração para ver o que tá acontencendo!
    Alcoviteiraa! Hahahah!

    Olha, sobre o tema do post, acho que todo mundo tem o direito de usar o que quer.
    Se tá cafona, é porque EU achei cafona, e não necessariamente a pessoa que está usando (estragando?) a modinha.
    Entende?
    Se a pessoa se sente bem e atraente e “Ui, tô na moda!” usando a tendência de determinada maneira, quem sou eu para falar algo? Hahahah!
    Ela que sacou o cartão de crédito para comprar a 2.55, né? Hahahaha!

    Agora, daqui a pouco elas dão uma de Grazi Massafera e contratam O personal stylist da vida! Rs!

    E não adianta… não sei o que ocorre antropologicamente/sociologicamente falando que faz com que as tendências grudemmm!
    Vê se concorda comigo: quando anunciaram que os anos 80 estavam de volta, todo mundo fez: “uuuuuu!”.
    Dá uma olhada nas ruas agora: 80’s total! Hahahah!

    Fazer o quê? Somos suscetíveis às tendências! E eu não sei como isso ocorre!

    Fê, vamos marcar um encontro de blogueiras do RJ?

    Beijooos!

  18. Giovanna says:

    Eu não pararia de usar. Aliás, elas que deviam parar. Acho que não combina com elas. Tem roupas (sapatos, bolsas, etc) que só servem para pessoas elegantes e que saibam usar. Me parece que elas só usam porque tá na modinha e ainda usam de jeito vulgar…

    Dá uma olhadinha no meu blog:
    http://desmodices.blogspot.com

  19. Ana Cristina says:

    Fêêêêê
    Demorei mas aqui estou para assinar embaixo de tudo o que a Marcela diz e dizer tb que adoooooro ser blog de segunda grandeza mas de primeira classe sempre! (Anina adoreiiiiii!!!!) Também voto na Marcela para presidente do clubinho!
    O que achei chato no post original nem foi a crítica ao estilo da Mirella, mas sim a ditadura de dizer que a menina não pode usar isso ou aquilo pq são coisas delas as auto intituladas It girls, como assim?? elas são as donas dos direitos de usar Chanel, MAC, etc..????????
    Acho esse papo de ser dona do mundo muito “família Real”sabe? O que acho pior é que as meninas que na minha opinião são verdadeiras It Girls, ricas, bem nascidas e que tem e podem pagar pelo luxo (à vista não em 10x para ostentar) não fazem comentários preconceituosos, para mim ser It não é ter dinheiro nem ditar tendência, mas sim ter classe e isso tá tão em falta….alguém por aí já viu a Constanza Pascolato, Lillian Pacce, Gloria Khalil falar assim de alguém?
    Bjs e Marcela para presidente!
    Ana
    *Vamos combinar que a Mirella não teve ter nem deixado de dançar um funk de minissaia por causa disso rsrsrs, vcs acham que ela liga pra opinião do GE?

  20. Alessandra says:

    adorei!! detesto blogs de gente fresca, que diz o que é certo e o que é errado… A vodcabarata.blogspot.com tá fazendo uma série de posts sobre as frescas das it girls. =D

  21. Fer says:

    Querem saber? Não aguento mais ouvir falar em “It Girls”, esse termo já tá me causando náuseas há algum tempo… “temdencias” a mesma coisa…
    It é o cacete, como já disse lá em cima a Marcela!!
    Um tanque de roupa pra lavar faria um bem tão grande pra essas It blogueiras It fúteis…ah se faria…

    beijos

  22. nadia says:

    Primeiro : Eu odeio gente que fica criticando o nariz da outra, o excesso de peso, a cor do cabelo, acho que cada um é cada um faz/ veste o que gosta e é feliz, se ficar feio problema deles eu não perco meu tempo me preocupando com isso, acho que cada um devia cuidar de seus problemas e parar de acompanhar a vida dos outros, com certeza assim todo mundo ia ser mais feliz, desencanado…
    Segundo:Sobre a Mirela, só acho que roupa muito justa fica muito vulgar pois ela ja tem um corpão sexy não precisa apelar, agora falar que vou deixar de usar uma peça pq alguem de estilo totalmente diferente de mim usa e eu não aprovo pra mim é falta de personalidade.
    Terceiro: Não consigo acreditar que tem gente que se ache dona de alguma tendência! A moda é feita para muitos não para pequenos grupinhos por isso todo mundo tem acesso então fica o recado SEJA VOCÊ, FAÇA O QUE GOSTA NÃO O QUE TAL BLOG, REVISTA OU PROGRAMA DE TELEVISÃO DIZ QUE TÁ NA MODA, ACHO TÃO BREGA ISSO!!! SER IT É TER PERSONALIDADE, NÃO TER CHANEL, MAC, E ETC NO ARMÁRIO!

  23. Joo says:

    Eu sei que eu cheguei atrasada, mas eu tenho que dizer que a Alexa Chung é vesga. Alguma it girl querendo ser vesga aí? Então deixem Mimi Fruta em paz…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s