Dá pra driblar o calor e manter a fofura??

Gente, o calor tá de matar no Rio. Calor meeeesmo, do tipo que te faz sair do banho já suada, do tipo que faz a maquiagem escorrer. E canalha como ele só, São Pedro ainda me coloca chuva à noite, pra você acordar sempre na esperança de que vai bater uma brisa. Não vai.
 
Por isso, tô numas de usar tudo que refresque. Looks que refresquem. Cabelos que ajudem. Produtos que salvem. Nisso surge uma nova tag (acho que tô viciada nisso):

.

.

Pra começar, selecionei uma série de looks que ajudam muito nesse calor senegalês de meu Deus. Pq no calor a gente pode até perder parte do glamour (eu perco), mas não perderemos a interessância (alô Oficina de Estilo) jamais! Então, se tá difícil investir em muitos acessórios (no meu caso, a mão sua, o anel escorrega, os colares irritam a pele) ou numa terceira peça, o grande lance de originalidade pode estar em cortes diferentes e peças que já tem adornos por si só, como lacinhos, um pouco de volume, botões, fendas, golas diferentes.

.

.

.

.

.

Navy é sempre muito amor no coração!

..

 .
 
Nos pés, quando os sapatos fechados parecem machucar mais (quem sua no pé levanta a mão o/), a boa mesmo é entrar na onda da Mari e colocar os Deditos de Fora. Pra mim não tem coisa melhor. E tem umas sandálias que super levantam qualquer look, já notaram? São cheias de canutilhos e pedras e coisinhas fofas. Outras tem um recorte que por si só já é um ornamento, um toque que pode substituir um colar, um brincão ou qualquer outro acessório que te incomode.

.

A sandália linda é da Elisa Atheniense e eu peguei a imagem lá no Look do Dia.

.

O modelo baaapho é da City Shoes.

;
 
E vocês, o que tem usado nesses dias sufocantes?

11 thoughts on “Dá pra driblar o calor e manter a fofura??

  1. Gabriela says:

    Eu uso basicamente saias, vestidos ( incluo os longos pq tb são frescos), macacões de tecidos moles e finos e como acessórios tranças no cabelo, cintos amarrados na cintura , broches e um belo batom. E chega pq já tem coisa demais…
    Beijo*

  2. Bruna says:

    hoho, muito boa suas dicas.
    Aqui faz calor 12 meses por ano, 24 horas por dia. Sério, simplesmente não uso nada parecido com casaco há anos!
    Mas assim, com looks tão fofos, dá pra manter o glam🙂
    Ah, amei o comentário q vc fez no meu blog ano passado(caraca, faz tempo, só agora vim agradecer)? Me fez bem😀
    Beijos

  3. Mariana says:

    Por que todos os blogs de moda de repente resolveram adotar essa expressão “calor senegalês”? Frisando: esta crítica não é dirigida ao So Shopaholic e a Fernanda (sempre linda de viver!E sempre fazendo posts super fofos a respeito dos cabelos cacheados e coisa e tal), mas é que eu tenho visto essa expressão com muita frequência pela blogsfera fashion. Aliás, visto e me irritado, já que, na maioria das vezes, se trata de pessoas que nem sabem localizar o Senegal no mapa e que não têm idéia se Dakar fica na África ou na Oceania. Sem contar que o Rio de Janeiro é muito mais quente que o Senegal. Não sei. Posso estar errada e certamente não sou a dona da verdade mas, a frequência com que tenho ouvido a expressão me lembra muito o caso de uns turistas brasileiros que foram assistir a copa na África do Sul e só levaram roupa para calorzão – quando lá é frio de doer – e a uma tendência, infelizmente muito disseminada no Brasil, de associar África à coisas negativas (calor escaldante, pobreza e por aí vai…)mesmo conhecendo muito pouco da África – ou seja, estereótipos. E o mais chato é que isto já tá tão introjetado na nossa subjetividade que, às vezes, mesmo não concordando com essas imagens negativas sobre a África, é difícil se livrar delas. Falo isso por mim mesma, que sou afro-descendente e me lembro da dificuldade qque tive, durante minha adolescência, para aceitar meu nariz mais largo. Mas, como já disse acima, não sou dona da verdade nem nada.
    Quanto a dicas para o verão: eu tenho usado muito lenços de seda. Principalmente nos cabelos, como faixas, como turbantes (valeu a dica sobre turbantes que vi aqui no blog!)ou até como laço na bolsa mesmo. E coletes de renda. A renda é toda vazada, então não esquenta e agrega glamour!
    Parabéns pelo blog Fernanda!
    Abs!

    • Fernanda Alves says:

      Oi, Mari,

      A expressão “calor senegalês” não é exclusiva dos blogs de moda não! Na verdade, já usado há alguns anos por jornais e revistas. Como qualquer expressão, pode não ser 100% verdadeira – do jeito que o Rio de Janeiro está, o Senegal deve parecer fresquinho – mas nem por isso perde a sua força.

      De qualquer maneira, achei seu comentário muito pertinente: às vezes a gente fala “lá na África”, como se fosse um país. É uma ignorância sem tamanho.

      Beijos mil!

  4. Aline da Mata says:

    Ah, queria poder trabalhar de sandalinhas e sainhas acima do joelho. Mas, trabalho em escritório de advocacia. Sabe como é…

    Sainhas e sapatilhas (já que não posso usar rasteiras)me salvam.

    A blusa do 1º look me deu calor só de olhar. Fechada até o pescoço? Jesuis! Pizza na certa!

    Abs!

  5. MArcela de Vasconcellos says:

    Eu só uso a combinação vestido + cinto ou Bermuda (mais arrumadinha, tipo alfaiataria)+ blusa soltinha cheia de frescura.

    Qualquer coisa além disso é demais, terceira peça só se lingerie contar como isso e cabelo sempre curto.

    Make? Corretivo, lápis de olho e rímel. A gente tá mais “morena” (eu fico na classe das amarelas) e nem precisa de blush.

    Eu suo por todos os poros do corpo, então qqer pedaço de pano em cima de mim ousapato mais fechado me dá agonia. Amém Jesus por eu trabalhar num lugar sem muita frescura pra roupa.

    bjuuu

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s