RJ com a Shopaholic: Centro (parte I)

O post de hoje é dedicado a querida Hannah, que vem para o Rio semana que vem! A fofa me mandou um e-mail dizendo que achou a ideia da tag muito legal e que vai se basear no RJ com a Shopaholic para elaborar o seu roteiro no Rio. Bacana, né?

.

 

;

Então, gente, a ideia de fazer a tag veio de um dos meus passeios no Saara, o mercado popular do Centro do Rio que é o meu segundo lar. Fiquei pensando que, se quando eu vou a São Paulo fico louca pra conhecer qualquer buraco quente (opa) na 25 de março, imagino que as amigas que visitam o Rio podem querer desbravar o Saara! Vocês querem? Então vamos lá.

Eu pensei em organizar o post por tipos de lojas, mas eu sou muito desorganizada e poderia me esquecer de alguma. Então, resolvi fazer um post no modelo visita guiada, como se vocês estivessem junto comigo no Saarão.

.

Oi, Google Maps? Me liga.

.

Ponto de partida: Campo de Santana – Ponto Final: Camelódromo

Sessão Nostalgia. Esse Campo era o lugar que eu ia dar comidinha para cotias, gansos e pombos (eca!) com mamãe e papai quando era criança. Fim da sessão nostalgia.

Do Campo de Santana, entre na Rua Senhor dos Passos (sim, os nomes das ruas são ótimos. Penso em um gigante sacoleiro, sempre). Nessa rua, no número 274, você vai encontrar a Espaço Carioca, loja em que eu comprei metade das bolsas que uso hoje. Os preços são muito amigos (dê uma olhada no fundo da loja pra conferir as promoções) e as bolsas são bem bacanas, a maioria em nylon ou couro vegetal.

Andando mais um pouco, ainda na calçada da Espaço, você vai checar na Karina (nº256), uma loja ótema de bijus. Tem muita coisa bacana em preços camaradas. Cheque também as vizinhas, são lojinhas cheias de pechinchas espertas.

Depois da Karina, vá para a Rua Buenos Aires, que é paralela à Senhor dos Passos. No nº 307 você encontra a lindinha Syn Bijoux, loja que vende majoritariamente produtos Metally – que, para quem não sabe, fornece bijoux para várias lojas no Brasil – em peças com poucos exemplares. Tem também roupas e sapatos, mas confesso que não acho tão bacanas quanto os colares, anéis, lenços…

Andando mais um pouquinho, na Buenos Aires, 325, você encontra a Bijunior, que é ótima para comprar material para fazer bijoux com suas próprias mãos. A loja no andar de cima é só de correntes, mas acho beeem careira.

Andando mais pela Buenos Aires, no número 251, é a vez da Altero, uma loja da fundição mais bacanuda que tem por aí. As peças são suuuper bem acabadas, mas a variedade não é tão grande. Vale a pena procurar berloques, medalhinhas e pingentes para incrementar o que você já tem.

Dê uma de maluca e volte para a Senhor dos Passos. Já deve estar na hora do almoço, opa! Se você gosta de comida árabe/síria/libanesa que nem eu, vai curtir o Cedro do Líbano, o melhor restaurante do estilo no Saara. Os preços são médios, e as porções são generosas. Dá pra ir com a amiga/namorado e dividir.

.

nham!

.

Já que você está na Senhor dos Passos, dê um pulo em duas lojinhas de roupas que podem valer a pena: Chantilly, que a Mari adora e tem vários vestidinhos; e a Smash/Grizon (nº 213), onde eu achei esse vestido xadrez lindo que muita gente elogia por aí. As duas lojas ficam bem pertinho uma da outra.

.

Chantilly, dica da Mari.

.

Ao ultrapassar a Av.  Passos, que corta as ruas, você encontra a Casas Turuna, tradicional para a venda de fantasias de Carnaval. Pode ser a boa se você quiser curtir o Carnaval de rua que voltou com tudo no Rio. Seguindo sempre em frente, você encontrará lojas indianas – ótimas para bijus e cangas! Comprei uma manta indiana por R$ 35 e uso como canga, é grande o suficiente para deitar com o namorado sem comer areia – lojas de joias – boa opção para comprar brinquinhos e aneis de prata e lojas de brinquedos/festas. Já quase na altura do Camelódromo estão outras lojas de bijus que adoro, como a Kacy, Cristal Brilhante e Casa Azevedo. Nessa altura também há lojas que vendem umas caixas de palha e coisas assim.

Agora você está no Camelódromo. Não acho nada muito interessante por lá não, sabe? Muita falsificação. Não entendo como o governo faz campanha contra pirataria e cria um lugar pra liberar a pirataria. Faz favor!

Ufa!

E ainda não acabou! Já já tem a parte II da Shopaholic no Centro do Rio!

 

P.S.: Meninas que também se aventuram no Saara, deixem suas dicas!!

25 thoughts on “RJ com a Shopaholic: Centro (parte I)

    • Clarissa says:

      Seu blog é um achado, adorei! Vou acessar todo dia.🙂 Adoro sua cidade e você é linda! (Não sou sapata, nem mais uma maluca que sai matando todo mundo no cinema, rsss… sou só sincera). Bjus Ah! se eu não mais comentar é porque sou perguiçosa mesmo, mas sempre estarei te espiando no blog.🙂

  1. Beatriz Medeiros says:

    Tem uma loja, a Atacadão Bijoux (quase certeza que o nome é esse) que fica na Alfândega indo pro Camelódromo que tem vários achadinhos a preços módicos!
    A Objetiva também é ótima para garimpar camisetas bem baratinhas. Já comprei uma exatamente IGUAL a uma na Renner (30 reais) por 12 reais!!!! Tem na Senhor dos Passos e na Alfândega, saindo do Campo de Santana. Outra loja que eu sempre entro é a Stylu’s, tem em vários lugares no Rio e só na Saara tem 2 lojas (nas mesmas ruas na Objetiva) é entrar e achar sapatilhas fofas a 20 reais.
    E para as obcecadas por chapéus, tem uma chapelaria legal na primeira transversal à Senhor dos Pasoss vindo da Avenida Passos (deu pra entender?), os preços não são tão amigos, mas tem de tudo! E se vc quiser um chapéu Panamá, é só fuçar pelas outras lojas (inclusive essas indianas, que agora vendem de tudo) que dá para comprar por 40 reais!

    Acho que nem deu pra ver que eu também sou louca pela Saara, né? hahaha

  2. So says:

    Oie!!
    Eu também adoro o centrão, mas ainda não tenho tanta manha.
    Meu reino por um dia de bate perna com vc no comando do tur.
    Bjs,So

  3. Catarina says:

    Menina, eu adoro os teus textos! Nunca fui ao Rio, mas ao ler o post imahinei-me lá, no meio das lojas. Tens uma maneira de descrever tudo que parece mesmo que a gente está lá! Quando eu fôr ao Rio, com certeza quero ir ao Saara, que eu só conheci pela novela Cobras e Lagartos. E sim, eu vejo novelas!! E sim, foram elas que me ensinaram MUITA coisa sobre o Brasil e me fizeram apaixonar!!

  4. Hannah Sá says:

    Fê (eu toda intima), a-do-rei!!
    E ainda vai dar pra ver a Parte 2!!!! \o/
    Vou mostrar o post ao meu namorada e vamos seguir sim o seu roteiro. (E comer comida Libanesa!!)
    Muito obrigada, vou me sentir caminhando com a Shopaholic por lá. ;D

    Bjos mil

    *feliz feliz feliz*

  5. Eduarda Wandekoken says:

    Fê!
    Venho aqui todos os dias dar uma olhada, hahaha, mas a preguiça de comentar é demaaais! Então, hoje resolvi comentar porque eu também sou apaixonada pelo Saara! Tenho zilhões de lojas queridinhas por lá, mas não sei o nome de nenhuma, hahahah Menina, pra vc ter uma idéia, quando eu estou estressada meu namorado fala ‘por que vc não vai dar umas voltas no Saara? Vc gosta tanto de lá!’ kkkkkkkkkk
    Bem, depois te mando um e-mail, porque agora tenho que voltar pra monografia, aff…
    Beijos e tudo de bom! =)

  6. Kate says:

    MEO DEOSSSSSSSSSS cada dia que eu venho aqui, descubro porque esse é meu blog PREFERIDO na net. Kakaka, ligo o micro e já te clico no favoritos! QUE SAUDADE da rua da alfândega. Quero nostalgia também: Quando eu era pequena, esperava dar o dia da mamãe ir alisar o cabelo (kakakaka, sim, naquela época era coisa de se fazer no centro, por poucas) que ela sempre escolhia uma filha pra levar junto (não dá pra levar geral na mão pro saara). ADORAVAAAAAAA. Comia muita comida árabe, melecava a mão de hallewa (não sei cmo se escreve, aquele doce árabe a base de gergelim), azeitonas gigantes, humus. Depois ia comprar palpel de carta, bugigangas, chaveiros do baby da familia dinossauros…

    Nunca mais fui lá😦 Sempre que vou ao rio vou embora na pressa…

    beijo amada! AMEI esse post.

  7. Camis says:

    Quero muito ir ao RJ no feriado de Tiradentes (oi?), mas eu vou com namorido, imagina se consigo convencer a ir pro Centrão comigo? Mas nunca!
    Uahuahushausha
    Mas vou tentar dar uma escapadinha. Adoro muvucas povão, é mega divertidoooo!
    Bjs

  8. Cecília says:

    Ô Fê fala mais daquela parte do “asfalto”, digo a ruas que cortam a Rio Branco e adjacências e que tem várias lojas e comidinhas bacanas, e que (não tem jeito) só conhece quem tá lá todo dia! (acredita que eu moro no rio e conheci a travessa do ouvidor há 1 semana?! Uma graça!)

  9. Rafaela Mourão says:

    Ah, eu amo essa loja de bolsas, fico babando horas!!! e são otimas!!! Eu nao reparo muito em nome de loja no centro nao… vou entrando e olhando, sempre saio feliz HAHAHAH e com o bolso cheio😀😀

    Amei o post!!! esperando pela parte II!

  10. Camis says:

    gente eu sempre me perco porque todas as ruas são IGUAIS. fico perdida, desnorteada, muita gente passando…preciso sempre ir com alguém se não me da vontade de chorar por nao saber a saída…me sinto no labririnto alguem me ajuda? rsrsrsrrs

    mas AMO o saara e adoro bater perna com minha mae….vou anotar isso aí tudinho e mostrar pra ela me levar pq ela conhece tudo! hahahahha

    Beijos

  11. Lual says:

    sábado eu fiz exatamente esse roteiro. só não entrei na syn… e acrescentei umas lojinhas indianas onde comprei 2 vestidos daqueles com nome esquisito que esqueci agora. quinta vou indicar seu blog lá no meu, tá? linkando esse post aqui!!! xerinho.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s