Resolução #1: Ler 20 livros

Acho que todo mundo faz (ou já fez) resoluções de ano novo.  Eu mesma sou louca por elas, e escrevo em caderninhos, agendas e que tais todo fim de ano. Mas e na hora de fazer? Nem chega o Carnaval e eu já esqueci as minhas resoluções. Mas esse ano vai ser diferente! Pretendo me esforçar pra chegar lááá em dezembro e sentir um gostinho de dever cumprido, sabe? E pra isso vou usar o blog. Topam?

A primeira resolução foi remanescente das resoluções para 2010 – não cumpridas, claro – ler 20 livros. Ao que parece, vou conseguir, já tenho uma lista!

.

,

1 :: A Rainha da Moda – Como Maria Antonieta se vestiu para a Revolução, de Caroline Weber.

Eu estava com um livro que não tinha me interessado muito, então fui na livraria trocar. Queria alguma coisa de moda, mas com conteúdo. Não queria livrinho de colorir, né, até pq já basta a internet com um monte de imagens pra gente encher a cuca. Foi quando dei de cara com esse, e achei perfeito! Um misto de história com moda, prova pra gente que a forma como nos vestimos é, sempre, uma forma de expressão. Desta forma, Maria Antonieta teve uma série de adjetivos atribuídos a si (frívola, fútil) em muito pela forma como se vestia. Achei muito bacana a proposta. Está na fila, ainda não comecei a ler.

.

2 :: John Lennon- A vida, de Phillip Norman

Esse livro é graaaande e eu não consigo ler a qualquer hora. Ele me toca muito, acho que pelo fato de descrever uma pessoa real de forma bem crua. E também gosto de me imaginar perambulando pelos lugares que ele descreve, ouvindo os Beatles em suas primeiras apresentações, conhecendo os Stones, bebendo com o pessoal. hahaha.  Já falei do livro nesse post aqui, e ele acabou me influenciando a assistir ao filme O garoto de Liverpool (muito bom, me apaixonei pela trilha sonora e pelo Aaron Johnson, um lindão) e, claro, ouvir incessantemente todos os álbuns dos Beatles e solos do Lennon (adoro Mind Games, dá vontade de chorar). Ainda estou lendo.

.

3 :: As 100 +, Nina Garcia

Os livros da Nina Garcia (do Project Runaway) são palatáveis, com um preço bom, e falam de moda de um jeito direto e envolvente. Já tinha ensaiado comprar esse e o Livro Negro do Estilo, mas acabava desistindo. A minha sorte foi ganhar esse da Aline, querida, no amigo oculto que fizemos no fim do ano passado. Ainda não li.

.

4 :: O Apanhador no Campo de Centeio, J. D. Salinger

Desde que comecei a ler o blog da Juliana Cunha criei um comichão para ler alguma coisa do Salinger. Isso pq a Juliana fala dele bastante, coloca trechos das obras preferidas, tudo de um jeito que te dá vontade de conhecer. O problema foi que, depois da morte do autor, no ano passado, todas as obras inflacionaram nas livrarias e sumiram dos sebos. A minha sorte foi que a querida Luísa, minha colega de trabalho, tinha um exemplar em casa e prontamente me emprestou. No dia em que fiz a foto desse post, meu pai agarrou o livro e começou a ler (já falei que o meu pai é o meu maior exemplo de leitura? No momento, está lendo 3 ao mesmo tempo). Ainda não comecei a ler.

.

5 :: Melancia, Marian Keyes

Melancia é o livro mais conhecido da Marian Keyes, mas eu nunca tinha lido. O livro é sobre a irmã mais velha da família Walsh (aparentemente todos os livros famosos da autora são sobre essa família), Claire, abandonada pelo marido no dia seguinte ao parto de sua primeira filha. Então, assim, a autora não é desconhecida pra mim –  peguei emprestado o Anybody Out There, sobre a irmã mais nova da família, Anna, e amei muito – mas devo dizer que esse livro é beeem mais ou menos. Ou talvez seja a tradução. Digo isso pq Anybody…  é avassaladoramente triste em alguns momentos, em outro te faz rir horrores, mas não é piegas, sabe? Já Melancia usa muuuitas metáforas e figuras de linguagem pobres pra descrever as coisas. A história é boa e eu particularmente queria ler mais sobre o Adam (ele aparece em algum outro livro, meninas?), que achei parecidíssimo com o meu namoradão e por quem inevitavelmente acabei me apaixonando (eu sempre me apaixono por alguém nos livros, tenho 14 anos), mas preciso dizer que a primeira metade do livro se arraaaaasta. Li em 2 dias.

10 thoughts on “Resolução #1: Ler 20 livros

  1. Amanda says:

    Nossa, gosto é realmente algo muito pessoal (tá, óbvio, eu sei)! Sou super fã da Marian Keyes e Melancia foi o primeiro livro que eu li. Já li todos os outros e, apesar de amar a grande maioria, não acho que nenhum seja melhor que ele. Já o Anybody Out There achei legal, mas ta la embaixo da minha lista de preferidos dela!!! Hehehehe.

  2. marcela says:

    Eita, queria comprar umas coisas mas tô dura que nem coco.

    Eu já li Melancia, no geral não sei se gostei. A leitura é truncada, não é fluida sabe e eu odeio livro que fica amarrado e não acaba nunca. O senso de humer da autora é meio ácido, difícil de aceitar as vezes. Mas vale como leitura.

    Bjocas

  3. Cherry Bloom says:

    Eu tbm faço muita listinha de ano novo. ADORO. Mas tbm esqueço hahaha
    Mas meu moleskine/agenda estão me salvando por enquanto (espero que continue até o final do ano né? hahahah)
    E sobre livros acabei de “roubar” aqui na casa do namorado pra ler Bilionários por acaso, a criação do facebook” To no cap 1 ainda…rs
    Eu tenho andando muito pao-dura esse ano pra livros…só compro em sebo (um item da listinha 2011)

    Bjsssssssssss

  4. Tati says:

    Putz, tô até com vergonha da minha meta anual de dez livros… Ja li dois até agora =) E livros de estudo, que são os que mais tenho que ler atualmente, não contam. Bj

  5. Catarina says:

    Fê, eu sempre recomendo, para quem percebe inglês, ler no original. Não tem NADA a ver com as traduções, juro. Desde que comecei a ler o Shopaholic em inglês, nunca mais quis traduções. Já li quase todos os livros da Marian e adoro. E eles reflectem muito a autora: ela sofre muitas depressões, é cheia de problemas emocionais, etc. São livros sempre mais densos que outros que leio, do mesmo estilo. Melãncia não sei se li, não lembro (de tanto livro que eu leio, começo a misturar as histórias), mas Anybody li e AMEI. Outra que é muito boa e devias ler é a Cecilia Ahern. Ela é demais. Se vivesse perto de ti, emprestava-te um monte. Tenho uma imensidão de livros.

  6. Annina says:

    É, vai ver é coisa de momento mesmo.
    Melancia é, para mim, o melhor livro da Marian.

    E, não, o Adam não aparece em outros livros… só uma pequena referência à Claire e a ele em um dos livros.

    Adam para sempre em nossos corações.

  7. Dani Miranda says:

    Já li O apanhador no campo de centeio e melancia.
    Duas leituras muito gostosa, apesar de focos BEMMMM diferentes! Na minha época de “eu quero ser jornalista” me empenhava muito em ler livros, cheguei a ler 24 em um ano, mas eu não fazia nada além de estudar! Hahahaha…

  8. Haynna says:

    Também preciso de uma lista, estou lendo menos do que o normal. E não é por falta de tempo, porque faço várias coisas inúteis…

    Acho que eu já te disse que Melancia é meu favorito dela. Também gostei muito do “Férias”. Recomendo. Sobre o Adam, ele não aparece mais não. É citado de vez em quando, mas nada relevante, infelizmente…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s