Meu pai foi um tirolês com sérias restrições orçamentárias (vide foto).

Meu pai tem facebook.

Meu pai liga para a minha avó pelo menos uma vez por semana.

Meu pai me dava chinelada na palma da mão quando eu fazia malcriação (uma vez eu instintivamente tirei a mão. me dei mal)

Meu pai tem um bigode enorme.

Meu pai tem um assobio próprio para encontrar a gente na multidão.

Meu pai assobia quando chega em casa.

Meu pai tinha uma mania de, quando ouvia alguém falando uma frase que tivesse em uma música, saía cantando. (fui fazer a mesma coisa em sala de aula. me dei mal).

Meu pai me chama de Fernandóvina.

Eu sou Fernanda porque ele é Fernando.

Eu sempre achei meu pai o homem mais lindo do mundo.

Meu pai adora História, sabe nomes de personagens que eu nunca aprendi na escola.

Meu pai lê trocentos livros por ano.

Meu pai é louco por guerras. Quer saber tudo sobre elas.

Meu pai faz miniaturas de cenas de guerra.

Meu pai é do tipo que abraça.

Meu pai me pede um beijinho na bochecha quando eu saio. Mesmo que eu esteja de batom.

Meu pai é botafoguense e, nos momentos de tensão, sai da sala.

Só vi meu pai chorando uma vez. Talvez duas.

Meu pai tem as canelas finas.

Meu pai me manda mensagem de texto e manda beijinho com bigode :{*

Meu pai já lutou karatê e ken jutsu. Também já jogou basquete.

Meu pai me ensinou a gostar (muito!) de Queen.

Meu pai não deixou que eu viajasse com a família de uma amiga, pela primeira vez, com 14 anos. Minha mãe liberou. Ele diz que eu saí fugida (diz até hoje).

Meu pai me ensinou a ser quem eu sou. E acho que, de certa forma, me ajudou a escolher o João para ser um dia um pai tão bom como esse que eu tenho.

Feliz dia dos pais, pai.

31 thoughts on “

  1. Catarina says:

    Que lindo, Fê! Beijinho com bigode é demais, que amor! Aqui o dia dos pais já passou, é a 19 de Março, mas ao ler o que escreveste deu uma vontade enorme de descer as escadas e ir dar um beijão no meu! Aliás, vou lá! Bjão

  2. Vivi Brignes says:

    Que fofo ! amei.
    Meu pai é botafoguense e eu sou por causa dele.
    Ele me ensinou a ler com 4 aninhos. E a gostar de ler pq ele tb lê 300 livros por ano. Ele lia 3 jornais por dia , eu nunca cheguei a tanto, mas virei jornalista.
    Boas lembranças não tem preço!
    Feliz dia dos pais para o meu, o seu e todos os pais do universo.
    Bjs,

  3. Dayana Velasco says:

    Fê…….. (limpando a lágrima no canto do olho) muito legal a homenagem que você fez pro seu papis. é lindo saber reconhecer o que alguém (muito especial) faz por nó. Parabéns ao seu pai, ao meu e todos os outros (e outras, porque tem muita mãe que também é pai) pais do mundo!

  4. Dayana Velasco says:

    Fê…….. (limpando a lágrima no canto do olho) muito legal a homenagem que você fez pro seu papis. É lindo saber reconhecer o que alguém (muito especial) faz por nós. Parabéns ao seu pai, ao meu e todos os outros (e outras, porque tem muita mãe que também é pai) pais do mundo!

  5. says:

    Que lindo Fê! Uma benção de Deus todo esse amor. Não tive pai, mas a minha mãe e irmão supriram direitinho. Mas se pudesse escolher eu tb queria um assim repleto de amor, bigodes e assobios! Um forte abraço! ;D

  6. Camila Fernanda says:

    Na minha humilde opinião um dos posts mais lindo que vc escreveu. Papai tb me chama com um assobio q se destaca na multidão. Herdei o gosto que já virou mania por música, comprar dois cds do mesmo cantor( eu ainda compro cd) e ouvir, comparar, uma loucura! Nossa, muito linda sua homenagem, parabéns!

  7. Moara says:

    Oi Fe!!
    Nunca comentei no seu blog, apesar de vir dar uma espiadinha todo dia!!!
    Mas hoje mereceu.
    Lágrimas rolaram!!

    Ps: Achei que só meu pai tivesse um asobio próprio pra chamar a mim e minha mae!!! =)

  8. Isis Selene says:

    Eu jurava que era só meu pai que chamava com um assovio que se destacava (e que virou assovio da família)!!! É incrivel que tantas características do seu pai se encaixam no meu!! acho que pai é q nem mãe.. só mudam de endereço!!!

  9. Dani says:

    Que lindo, Fê. Confesso que chorei aqui. Sábado que vem vai completar um ano que perdi meu pai, e ainda dói tanto. Ele também tinha um assobio, só que ele fazia com as mãos fechadas em concha encaixadas na boca, eu achava o máximo, mas nunca consegui aprender. Também me ensinou a gostar de música, do Corínthians (mas sou Fluminense, vai entender) e principalmente do Raul Seixas, e tantas outras coisas…

    Uma fofura, esse post.

      • Dani says:

        Obrigada, Fernanda. E desculpa ter vindo aqui falar de coisas tristes num dia em que você está tão feliz. Acabou que aqui em casa finginmos que não era dia dos pais, então não falei no assunto. quando li seu post, acabei desabafando. Beijos!

      • Dani says:

        Obrigada, querida. Não é a primeira vez que uso seu cantinho pra desabafar, viu. Naquele post sobre suas dívidas eu acabei falando um pouco das minhas também.
        Nem preciso dizer que parece que nós, aqui do outro lado, te conhecemos. Você é uma fofa!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s