Coisas que ninguém nunca me falou (mas que agora eu estou aprendendo)

Eu fui uma das primeiras meninas do meu grupo de amigas a sair de casa, a morar com o namorado. Então pouca gente do meu círculo pode me dar conselhos. Dizem que, se fosse bom, conselho se vendia, mas todos os que eu recebi foram bastante importantes – não que eu os siga de fato. Mas a maioria das coisas da vida de casal eu tenho aprendido na marra mesmo. Ninguém me disse… (mas eu acabei sabendo que):

.

♥ Acordar junto é a melhor coisa do mundo. Mas não facilita nada se você tem que acordar muito cedo;

♥ Você realmente precisa lavar roupa suja. Roupa suja é tipo uma praga. Você esquece de lavar por mais de uma semana e de repente está usando biquíni no lugar de calcinha para ir ao trabalho;

♥ Você finalmente vai entender porque sua mãe ia no mercado pra comprar pão e leite e voltava com 20 sacolas;

♥ Você vai sentir uma falta absurda dos seus pais, irmão e dos gatos, mas só vai notar isso quando voltar à casa e encontrá-los;

♥ Você vai brigar muito mais do que antes. Vai ter vontade de sair correndo e gritando pela rua. Se for psicopata ou tiver uma TPM muito forte, vai matar alguém. Se for o Fábio Júnior ou a Liz Taylor, vai pedir o divórcio e casar de novo. Se for uma pessoa normal, vai só respirar fundo, chorar, discutir, enfim;

.

.

♥ Você nunca terá tuppewares suficientes;

♥ Cebola nunca é demais. Alho também. Quando acabarem ambos, talvez seja melhor pedir uma pizza;

♥ Você não vai pedir tanta comida em entrega assim. É caro pra caramba;

♥ Sua casa realmente vai virar uma extensão de você. Se organizada, será uma maníaca; se é consumista, vai virar alockadaTokStok; se já é caseira, vai virar um hermitão;

♥ Sua casa vai virar uma opção de programa: “ah, então vamos lá pra casa!”;

♥ Você vai precisar de um espaço, e ele também. E às vezes vai ser difícil entender – e definir, e explicar – isso;

♥ Você não vai mudar. Ele não vai mudar. Mas vocês precisam se adaptar o tempo todo;

♥ Que às vezes você vai chegar em casa estressada do trabalho, querendo chorar mesmo, mas só o fato de estar ali, com ele, te faz esquecer de tudo;

♥ Que tudo dá formiga. Tipo TUDO;

♥ Você finalmente vai entender porque o lixo é o maior problema ambiental da nossa sociedade. Desmatamento e extinção de espécies são fichinha perto de todo lixo que você, sozinha, vai produzir em uma semana – imagina um mês, imagina um ano!

♥ Só numa reunião de amigos você verá que nunca terá copos demais;

♥ Quando quebrar o seu copo mais lindo vai parecer que um pedaço da sua casa está se quebrando. E em dez minutos você terá esquecido disso;

♥ Esse negócio de “nunca durma brigado” é balela. Se você achar que está certa, tem mais é que demonstrar isso. Todo mundo merece seu tempo de estar chateado, e muitas vezes ele dura mais que 12 horas;

♥ É importante reconhecer que está errado. E fazer coisas fofas. E pequenas surpresas. E encher o outro de beijinhos em momentos inesperados. É como se uma luz se acendesse na gente;

♥ Não compre bobagem demais no supermercado. Melhor abrir a geladeira cheia de fome e não ter nada do que encontrar um pote de Nutella quando menos se espera;

♥ Não tem como esconder idas ao banheiro ou problemas intestinais. Deal with it!

♥ Você vai perceber que tem roupas demais;

♥ Você vai perceber que tem dinheiro de menos;

♥ Você vai perceber que gasta demais com supérfulos. Mas muito, muito mesmo;

♥ Você vai entender que a poeira é quase uma entidade que, mesmo com a casa fechada o dia INTEIRO, se MATERIALIZA. Ou melhor, você nunca vai entender;

♥ Se realmente tiver feito a coisa certa, você vai se pegar pensando que é a pessoa mais feliz do mundo. Que essa sua felicidade merecia ser distribuída em potinhos. Que merecia ser tatuada em você, cantada, desenhada nas paredes, porque é injusto que outras pessoas nunca a tenham. Você vai olhar ao redor e, mesmo pagando aluguel, vai sentir que aquilo é seu. Vai olhar pro lado e vai se sentir orgulhosa de ter escolhido e sido escolhida por alguém tão especial, tão inteligente, tão bonito e íntegro. E vai olhar pra frente e enxergar muitos outros momentos bonitos como esse.

.

(via)

.

(nossa, esse post ficou tão filtro solar, né?)

68 thoughts on “Coisas que ninguém nunca me falou (mas que agora eu estou aprendendo)

  1. Raquel says:

    Verdade, e digo isso com a minha longa experiencia de 1 ano de casada! Tem hora que dá saudades da casa da mãe, que faz falta chegar e ter tudo pronto, que dói tudo dar errado e ainda ter que fazer jantar e passar roupa, mas tem as coisas fofas que faz tudo ser mágico: acordar com uma surpresa fofa do marido, poder ficar junto por mais tempo, privacidade, poder fazer tudo a minha maneira (que no final, ele acaba deixando eu fazer do meu jeito mesmo). Ah, vale a pena!
    Beijo

  2. Paula says:

    Que fofo Fê (a intima iauhsiauhs)
    Fico feliz por vcs, e quando disse que se mudaria desejei felicidades. Deve ser tão bom, não vejo a hora do meu ap minúsculo ficar pronto.
    Quero fazer minhas coisas da forma que mais gosto
    =)
    beijos

  3. Haynna says:

    Lindo post, Fê! Me peguei pensando se quando chegar a minha vez vai ser assim também..

    Aposto que contribuí praquela parte dos copos nunca serem demais! Hehe!

  4. Tati says:

    Lindo post Nanda!! Realmente, casamento é um aprendizado diário, mas como é bom quando você tem certeza de que fez a escolha certa e que a vida pode não ser perfeita, mas é bem melhor do que era antes!! Você traduziu em alguns itens coisas tão simples, tão básicas, mas tão belas!!
    Beijos,
    Tati

  5. Catarina says:

    Apesar de nunca ter vivido com um namorado, identifiquei-me TANTO com algumas das coisas que escreveste!! Morei 5 anos em Portugal, quando estava na universidade, e sei bem como é ter a responsabilidade de uma casa, ainda pra mais quando se vive com uma irmã que gosta de viver no chiqueiro, hahaha! E ah, eu sou a Monica de Friends, tá? Chaaaaaaaaaaaata com as limpezas e arrumações!

  6. Tatiana Duarte - Um Dia Serei Diva says:

    Estou casada há quase 8 meses e realmente é muito engraçado perceber que, por mais que te falem ou que você imagine, realmente só dá pra saber como é quando você vive essa experiência. Mas graças a Deus, nesse tempo todo, nenhuma formiga veio nos visitar. Rsrsrs! Beijos, Tati Duarte

  7. says:

    Genial. Chorei e ri muito com esse post, Fê.

    Para as formigas, experimenta usar cravo da índia amassado com martelo de carne e embrulhado em pedacinhos de pano bonitinhos. É só deixar alguns espalhados pela cozinha, como se fosse parte da decoração mesmo. Elas ODEIAM.

  8. Gisele says:

    Que coisa mais fofa esse post. Estou prestes a me casar. O apê é nosso, ainda estamos pagando as prestações, mas é nosso! Acho que vou me identificar muito com tudo que você disse, especialmente a parte dos superfluos, hahahahaha! Mal posso esperar pra que tudo se concretize, pois são mais de 10 anos de namoro(!)… Espero ser tão feliz quanto você!

  9. jaciara says:

    Que coisa linda! Me deu até vontade de casar, mas de certa forma eu vivo isso com meu namorado quando ele fica aqui em casa, e você deu um outro toque para o que é chamado de cotidiano.

    Bjs

  10. Luana dos Santos Simões says:

    Ai!! Q lindo Fernada, e é td verdd… me emocionei com o q escreveu, pq a maioria das coisas acontecem comigo.
    B-js

  11. Juliana says:

    Lindo!
    Mas ainda sou super a favor de nao dormir brigado, pq gosto de dormir meio colada. Bom, nem sempre dá pq eu to sempre certa kkkkk, e ele tbm acha que está certo.

    E sou psicopata, um dia nao querendo dormir brigada 2 da matina, ele querendo dormir pra acordar às 7, disse que se fosse ele nao dormiria pq sou louca e ele poderia nao acordar. Foi só uma forma de dizer que o amo e não queria dormir brigada.
    Teve um outro causo tbm que fiquei bem locona.

  12. Roberta says:

    Lindo! :’)

    PS.: A POEIRA DE TODA A CIDADE SE TELETRANSPORTARÁ PARA A SUA CASA, PARA AQUELE CANTINHO CHEIO DE FIOS E NÃO SAIRÁ NUNCA MAIS.

  13. Patrícia Lima says:

    Oi Fer!!!!
    Nossa, amei seu post pois estou prestes a ir morar com o namô tbm! Mas como já moro sozinha há 10 anos, já senti na pele muitas coisas do tipo: “dá formiga em tudo!” (g-zus, aqui em casa já deu até na água!), “nunca teremos tuppewares suficientes”, “nunca teremos copos suficientes”, etc! Muito engraçado!!!!
    Beijos

  14. says:

    ah..vc disse tudo…é bem isso mesmo! Um aprendizado diário, muita paciência, tem horas que eu quero sair correndo….mas é muito bom!!

    bjo🙂

  15. Amanda says:

    Adorei o post! Morar com o namorado e um desafio mesmo ….em todos os sentidos! Eu ja passei por isso! A experencia te faz crescer emocionalmente…e eu ainda estou crescendo. E uma fase do relacionamente quando vc vai descobrir se vc e capaz de amar incondicionalmente esse namorado seu……… boa sorte Fernanda!

  16. simone says:

    Amei o post…tenho 2 anos e meio de casada e sinto muiiiiita falta da casa da mamae…muitas das coisas que vc escreveu aconteceu ou esta acontecendo comigo!!!bj!!

  17. Re says:

    Só discordo de uma coisa… Dormir brigado é a pior coisa do mundo inteirinho! Dá uma dor gigante no coração saber que você só vai fazer as pazes no dia seguinte depois do trabalho.
    No resto eu concordo em número, gênero e grau, especialmente a parte da organização, limpeza e formigas. ODEIO formigas!
    Bjo.

  18. Renata Oliveira Lopes says:

    Tudo verdade! Casar (morar junto) é legal, a gente descobre muito do outro e de si mesma.

    E se você acha que poeira se materializa, espere até ter um bebê… gente, como pode uma pessoinha de meio metro exigir tanta tralha! Na minha casa agora se materializam mamadeiras, chupetas, panos de boca, mini-meias… hahaha

  19. Mari says:

    Gente, já passei por TUDO isso. E, deixe-me contar, não acaba nunca!!! Sobre o copo quebrado, esqueceu de dizer que uma semana depois voce vai encontrar um caco de vidro embaixo do sofá, mesmo que tenha passado a vassoura, pano e mais o que puder mil vezes. Como a sujeira na casa dos pais some com tanta facilidade? O banheiro é tenso mesmo, no começo eu pedia para ligar o som bem alto, senão nem xixi conseguia fazer!!!

    Formigas são incontroláveis!!!!. Hoje guardei um pedaço de goiabada do jeito old school… Prato com água + copo em cima. E as formigas as vezes nadam!

    (e guarde os copos de requeijão, eles, ainda que sejam feios, sempre salvam ahahahahaha)

    Beijos e vamos marcar esse happy hour logo!!!!!!

    Mari

  20. Danielle Barroso says:

    Isso sim e uma verdadeira prova de amor!
    Declaraçao linda,verdadeira,real e sensivel mediante as situaçoes corriqueiras que todo casl passa,mas nem todos tem esse olhar e sensibilidade que voce nos relatou e acredito eu que seu amor tambem tenha,pois voce fala dele de um jeito muito gostoso,entao acredito eu ele realmente seja TUUUUDOOO!
    Bjao
    P.S.: desculpe pela falta de acentuaçao,mas toda vez que comento algo no seu blog, a acentuaçao nao me obedece e nada sai,rsrsrsrsrsrsrsrrs

  21. Aline C. says:

    Fernanda td que vc escreveu é a mais pura verdade!!
    Eu nao moro com meu amado ainda, mas já moro sozinha há 4 anos e já dividi o apê e passei tb por um monte de coisas assim como vc…
    E é fato: EU NUNCA TENHO TUPPEWARES SUFICIENTES ahahahaha… Achei que só eu sofria desse mal rsrsrs..

    Bjs

    PS: tãooo bom ver um blog como o seu, que não floreia a moda ou a vida no geral…
    não mude pq vc está no caminho certo😉

  22. danielle winnie says:

    amei vc escreve esses posts de casa e relacionamento como ninguem!to nessa fase de querer sair de casa!de querer casar e morar junto,mas penso na grana e em tudo que se tem q comprar e desespero!ma vc me acalma!!!parabens

  23. Cyca says:

    Fê, eu chorei lendo esse post! É lindoooo! Eu não vejo a hora de sair de casa, ter meu canto, meus copos, minhas flores e minhas fronhas. Mas antes preciso achar alguém… Falta muito, Deus?! :~

  24. Cyca says:

    Ah, esqueci de dizer: amo o blog, adoro seus posts! Você devia ser ryyycaaah, milionária, ganhar muito din din por fazer desse blog fofo uma alegria nos nossos dias. Beijo!🙂

  25. Claudiane says:

    poxaaa!! eu e meu namo temos mts momentos bons juntos, às vezes eu vou pra casa dele e eu acordo com um beijo dele no rosto, é tão maravilhoso, é um felicidade que nos deixa num estado de leveza!

  26. ANTONIO JÚNIOR (@toniaum) says:

    Minha noiva me passou o link por e-mail. Emocionei-me. Realmente, tem tudo a ver com o que a gente também está passando. Acordar junto é muito bom (tirando o bafinho, né) e com certeza 12 horas é o mínimo (ela sempre fica mais de 2 dias com raiva). O lixo surge inexplicavelmente, assim como a poeira! É isso… parabéns pelo post… gostei bastante e, de fato, ele expressa esse momento que é dividir o mesmo teto, a mesma vida!

  27. Gra says:

    Só discordo de dormir brigado, meu coração aperta demais…ao longo da noite rola aquela perna enroscada, aí já viu, paz na certa!

  28. Beatrice says:

    Fernanda,
    Concordo em gênero, número e grau…tão gostoso dividir com quem se ama! No meu caso não tenho problema em lavar roupa mas, passar…nossa porque não inventaram um jeito da roupa já sair passadinha da maquina?!!!E por quê ela se multiplica tão rápido?! Descobri que sou “a louca da limpeza”, somos eu, meu marido e o Xico (o nosso cachorro ) ou seja, eu e dois machos ….rs Vivo com um paninho e vassoura em prontidão…rs
    Lindo post …adorei!!!

  29. Luciana Matos says:

    Coisa mais linda que eu já li nos últimos 29 anos.
    Coisa mais fófis, mais tchutchuca, mais lindinha!
    João é um menino de muita soute mesmo. Quero poder acompanhar quando vier uma Fernandinha ou um Joãozinho!
    Tô sempre aqui, sempre!
    Beijo lindona!

  30. Marcela Corrêa says:

    Que lindo! Ri muito, prq me identifiquei em vários pontos…
    Me casei aos 20 anos e tinha uma cabecinha de 15… hj estou com 24 e 4 anos de casados. No início brigamos muito, quase não tivemos lua de mel…rsrsrs… hj a gente brinca que tivemos só a lua, o mel já tinha ido embora…rsrsrs…
    Eu era muito imatura e não sabia fazer nada dentro de casa e nem gostava de fazer nada, ainda não tinha entendido que qndo se casa isso vem junto com o pacote, lavar louça, roupa, passar, cozinhar…
    E nesses 4 anos de casada aprendi que simplesmente se vc mesma não fizer, ninguém vai fazer por vc, não tem mais mamys por perto e por mais que seu marido ajude, ele nunca enxerga as sujeirinhas dos cantinhos…
    Na verdade assumimos a responsabilidade que nossas mães tinham em casa e viramos “mães” dos nossos companheiros.
    Hj formamos uma parceria legal e estamos esperando o primeiro fruto dessa parceria que deu muito certo. Em fevereiro nosso Gustavo nasce.
    Boa sorte pra vc amiga, vai ter horas que vc vai querer falar coisas pra magoar mesmo e isso piora prq vc sabe exatamente o ponto fraco do seu companheiro, mas não faça isso… se segure, vai dar uma voltinha na rua, conte até 10 e depois volte.
    Mas isso td faz parte, depois que as tempestades passam o amor e a cumplicidade fica mais forte.
    Bj.

  31. Leticia P. says:

    Fê! Rolou uma lagriminha, só uma..porque as outras segurei para não borrar o make! haha… Talvez não exatamente em tudo..mas me identifiquei muuuito lendos os tópicos…Amei! Beijinhos!

  32. Naiala Ferreira says:

    Depois de ler esse post, mandei um torpedo pro maridão dizendo que o amo.

    Curta muito esse momento de vcs e faça ele durar para sempre, a correria me fez perde o foco do meu relacionamento e agora tá bem difícil ‘correr atrás do prejuíjo’.

    Abç…

  33. fabi says:

    CARACA!!! acabei de descobrir seu blog e leio isso… vc sou eu! eu sou vc! passamos pelas mesmas coisas! e já sou casada há 3 anos… keep calm and carry on being happy!!!!

  34. Ritielle Nunes says:

    que post lindo!
    fui a primeira das minhas amigas a casar, ai ja sabe né? tambem aprendi tudo sozinha que nem você! e tudo que voce disse ai em cima é verdade! mas é tãããão bom!
    ja tenho tres anos casada e a gente é muito feliz!

    =*

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s