Como nasce um look?

A pergunta é meio boba, e você pode responder de um jeito igualmente bobo: “Ora, abrindo o guarda roupa e escolhendo o que tiver mais a ver”. Sim, é verdade, escolher um look pode ser simples assim, mas se você gosta de moda (ou simplesmente curte roupas e procura compreender as proporções do seu corpo) montar um look leva em consideração uma série de variáveis. Para onde eu vou? Com quem eu vou? Que partes do meu corpo eu quero evidenciar, e que partes prefiro esconder? Que acessórios vão me ajudar a chegar nesse objetivo?

Daí que, nos primeiros meses de casa nova, eu não tinha um espelho de corpo inteiro. Então era complicado ter certeza se eu estava 100% legal, se aquela roupa não funcionava melhor na minha cabeça do que em mim, etc. Então, quando a dúvida era muito grande, eu simplesmente fotografava o look, de forma bem despretenciosa, só para ver o que o mundo estaria vendo quando eu saísse na rua, entende?

Eu achei essas fotos na máquina e achei que seria legal a gente analisar junto a construção desse look (que, no final, deu certo). Bora?

.

.

Não tem um dia (exceto fins de semana) em que eu não entre em pelo menos um blog de moda. E daí que, de tanto olhar determinadas produções, eu fico com uma vontade danada de experimentar também – nem sempre com sucesso. Um exemplo é esse aí, usar vestido com uma blusa por cima, criando a ilusão de uma saia longa. Pfff! Ferrou! No entanto, antes de arrancar a roupa feito uma maluca, vamos ver o que não deu certo?

Faltou cintura: a camisa do River é muito grande e, mesmo com o nózinho, fiquei super tábua

A saia “pesca”: eu perco alguns centímetros de altura (uma tristeza pra quem só tem 1,62m)

Faltou proporção: a saia é longa, a blusa é larga, o coletão por cima de tudo… não ornou.

.

Tentemos de novo:

Então desenterrei esse macacão do armário. Vejam, um macacão saruel. Coisa ousada, coisa bunduda, coisa que pode deixar a gente se sentindo uma louca. Mas vamos. A primeira tentativa foi com um casaco mais longuinho, eu eu amo e quero sempre enfiar nas produções. Não deu certo.

Culote grátis: o volume do macacão + volume do casaco resultaram em uma mistura desastrosa. A parte de cima, mais sequinha e com um pouco de colo à mostra, ficou desproporcional a esse quadrilzão. Resultado: tô parecendo um sino.

.

Mas sou brasileira e não desisto nunca:

.

Agora melhorou, né? Eu aceitei que ficaria naturalmente bunduda com esse modelo saruel e tentei reduzir ao máximo outros volumes adicionais. Mantive o colo à mostra (pra dar um efeito emagrecedor)  e coloquei também um cinto, para ficar mais violão. Na hora de sair eu dei uma leve dobradinha na barra do macacão, para dar um charme, coloquei uma bolsa pequena e prendi o cabelo em um coque alto. Aí ficou assim.

E aí, curtiram? Acham que eu deveria ter mudado mais alguma coisa?

7 thoughts on “Como nasce um look?

  1. Catarina says:

    Adorei o último look, ficou demais! Sempre me olho ao espelho para ver como ficam as roupas, porque muitas vezes o que imaginamos na cabeça não dá nada certo quando nos olhamos no espelho ou ainda quando vemos as fotos. Desde que comecei a fotografar os meus looks que tenho um cuidado extra em relação ao que visto, sei lá, acho que ajuda bastante na construção do look e a examinar o que dá certo e o que não. Muitas vezes vejo looks antigos e não acredito como pude usar um conjunto daqueles mas…estamos aqui para aprender. Respondendo à tua pergunta inicial, muitas vezes eu monto looks baseados noutros que vi pela net ou então começando com alguma peça que queira muito usar naquele dia…🙂

  2. Fernanda says:

    Impressionante como a barra dobrada e o coque deixou o visual perfeito! Detalhes que fizeram TODA diferença!

    Também tenho cabelão..tem look que implora por ele preso, menos volume…

  3. Jakeline says:

    Adorei o post! Se tem uma coisa que eu não possuo é preguiça de experimentar roupa rsrs se precisar eu desmonto o guarda roupas, mas acho uma peça para vestir hahaha

  4. Vivi Brignes says:

    Eu já tentei usar vários vestidos como saia, mas não deu certo . Acho que só rola nas bem magrinhas, que mesmo com acumulo de tecido nunca vão parecer um bujão. Adorei o look 3 ! Muito útil seu post. Bjks

  5. Dani Cavalheiro says:

    Gostei bastante! Ah, como eu queria ter paciência de fotografar as roupas, analisar… Vou confessar que tenho preguiça, se a segunda “montagem” não fica boa, tasco o combo infalível: jeans+camiseta+sapatilha. rs

    Beijos!

  6. Nina says:

    Eu curti a versão final! É bem assim mesmo que a gente monta os looks, né!? Meu namorado não se conforma que eu mudo de roupa várias vezes para chegar ao que eu realmente quero hehehehe mas vale a pena, né?!
    Beijos, bom fds

  7. Camilla says:

    adoreeii!!
    dá pra perceber como é essa vida de montar looks, depois de muitas tentativas conseguimos um que é a nossa cara e fica bem com nosso corpo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s