O borogodó do Fashion Business

Confesso que, até bem pouco tempo, achava que o Fashion Business era o primo pobre do Fashion Rio. Acho que isso só mudou quando, no ano passado, eu pude conferir o desfile do Victor Dzenk (lembram?). E, esse ano, acabei indo à feira mesmo, pela primeira vez. Eu e Grazi rodamos o pavilhão dentro do Jockey Club por horas e horas. E sabe o que eu achei mais legal? A ausência de frescura. Sim, porque o Fashion Rio é um mar de afetação, e você fica ali, à deriva, tentando descobrir o que é real e o que não é. No Business não, é  uma ducha de realidade. Ali só gente que coloca a mão na massa: fabricantes, compradores, jornalistas. O que você vê nos stands é o que, de fato, estará nas vitrines no próximo inverno. Por isso achei que o evento tem muito mais a minha cara, pois lida com aspectos mais palpáveis, de mercado mesmo, coisas com as quais eu quero trabalhar.

Pra quem nunca foi: visualmente, o evento não difere de uma Bienal do Livro ou Feira da Providência. As marcas montam seus stands (as badaladas tem stands maiores, as pequenas muitas vezes se juntam em um stand só) e expõem tudo o que faz parte da coleção de inverno. Então você pode entrar, tocar e, se for comprador de uma loja, já definir o que vai querer para as suas araras. Essa é uma oportunidade incrível para conhecer marcas novas.  Tem gente de todos os estados querendo alcançar pontos de venda nas principais capitais. Nisso, há espaço para moda feminina, masculina, joias, bolsas, sapatos. E como a gente adora conhecer coisa nova, achei que seria uma boa abrir espaço para essas marcas menores aqui no blog. O que vocês acham?

Selecionei, a princípio, 3 marcas que eu não conhecia para fazer posts. Não são posts pagos, mas tenho certeza que funcionam como publicidade para a marca. E acho interessante pra gente fugir um pouco das marcas-desejo de sempre (cada dia mais caras!) e tentar incentivar a moda nacional como um todo. Nada melhor do que a concorrência para elevar a qualidade dos produtos, não é?

Então, o que acham desse caminho para o blog? Vocês gostariam de conhecer marcas novas?

 

16 thoughts on “O borogodó do Fashion Business

  1. Juliana says:

    Adoro essa idéia, Fer.
    Principalmente pq as marcas que a gente já gosta de outras datas estão cada dia mais exagerando nos preços.
    Eu não viajo para o exterior, mas cada vez que alguém volta de outro país e começa a falar dos preços das roupas lá fora, fico mais inconformada com os preços aqui no Brasil.
    Então é sempre bom conhecer outras marcas que oferecem preços mais acessíveis.
    bJu😉

  2. Ana Carolina Marinho says:

    Amei a idéia !
    Fui ao Fashion Business só uma vez, ano passado. Como tenho vontade de ser buyer, adorei a experiencia. Fui com o coordenador do meu curso, tipo excursão de faculdade sabe ? HAHAHAHA Assim como você, achei que o ambiente é livre de afetação. Nada de it guéls tirando foto de look do dia e etc. Pelo menos quando eu fui né…

  3. Marizete Cavalheiro says:

    Você é incrível …. ameiiiii 🙂 ………. !!!!!! eu amo os seus looks o seu jeitooo !!! #prontofaleiiii linda

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s