Direto do túnel do tempo

Há uns 10 anos, quando eu estava na escola, rolava esse evento, o Meio de Arte. Eram umas bandinhas de alunos e ex-alunos que tocavam na quadra do colégio. O evento, se não me engano, era organizado pelo grêmio do colégio, era num fim de semana, e só o fato de ver as pessoas sem uniforme já tirava a gente do sério. Eu ia, levava a câmera, fotografava as bandas, ria com as amigas e espiava os meninos mais velhos (só espiava mesmo, ninguém dava bola pra mim, hahah). Olhando de longe, cara, eu acho que eu era groupie. Uma groupie meia-bomba, mas vá lá, aquele era o praticamente o evento do ano pra mim.

.

Eu e minha companheira Thaís, há dez anos.

.

Aí esse fim de semana a me chama para um showzinho de uma banda cover dos Beatles, num novo point underground aqui perto de casa. Underground em Vila Isabel? O que Noel acharia disso? Fomos conferir.

Chegando lá, o lugar estava lotado, só conseguimos entrar pela boa vontade do segurança – e pelos nossos simpáticos sorrisos de pedintes – para encontrar a galera que nos aguardava. Uma galerinha jovem. Uma galerinha tão, mas tão jovem, que possivelmente não poderia estar fora de casa tão tarde da noite. Gemt. Uma galerinha com menos de 20 anos.

Era o Meio de Arte all over again.

.

Na dúvida, pedimos uma Duff – sim, a do Homer! É muito boa!

;

A banda de abertura era tão nova, mas tão nova, que o baixista tinha covinhas. Desconfio que os pais daquelas crianças estavam escondidos ali, em algum lugar, no meio da muvuca. Pq sim, era uma muvuca danada. O lugar deve caber umas 200 pessoas no máximo, e todas se espremiam ali. A banda tocou clássicos, de Oasis a The Who, e poupou a gente de Legião Urbana e Raul Seixas (ia me deprimir ainda mais, graças). No fim das contas não era tão ruim assim. E o cover dos Beatles não iria demorar a chegar – e deveriam ser mais velhos, por favor.

.

Só que não. Os Super Beatles são uma banda de professores e alunos. Alunos. De uma escola técnica. Ai meu deus. Eu já estava pensando em chamar o Siro Darlan quando eles começaram a tocar All My Loving e… olha… não foi ruim. Mesmo eu estando com uma saia rosa incrível no meio daquela galera que ainda não sabe se vestir direito, que acha que Usaflex é válido, que ainda não sabe o melhor jeans para o seu tipo de corpo, mesmo com as espinhas e as covinhas, olha… não foi tão ruim. E aí pedimos mais uma cerveja e deixamos rolar.

Ao fim de mais ou menos duas horas eu já estava achando tudo incrível, como é que pode a Itaipava estar tão gelada, gente? E as pessoas ali, envolvidas, e uma menina subiu no palco pra cantar Dear Prudence e eu achei bonito. E mesmo que o guitarrista não desse conta de todos os solos, e mesmo que a versão de A Day in The Life tenha sido pretensiosa. E mesmo que o vocalista parecesse uma versão mal acabada do Fiuk, acho que o jeito magrinho e afinado deveria conquistar as garotas. Fiquei pensando se conquistaria, lá na escola, pq eu tinha a impressão de que os caras eram mais gatos. Com um pouco mais de atitude, o menino poderia ser cover do Ney Matogrosso, imagina que incrível. Fiquei viajando nisso. E aí eu já estava bailando ao som de Something, e depois com as mãos pro alto e cantando She Loves You. E aí eu me dei conta de que não tinha mais 16 anos, que já passavam das 3 da manhã e que meu namorado estava me esperando em casa..

Divertido. Recomendo.

.

Super Beatles, página oficial.

Calabouço – Heavy and Rock Bar

Rua Felipe Camarão, 130 – Vila Isabel

http://www.calabouco-bar.com.br/

Advertisements

16 thoughts on “Direto do túnel do tempo

  1. natilopes says:

    que legal Feee!!!!!!
    Adoreiiii…. hj em dia qnd resolvo sair ´ra alguma “baladinha” tb tenho o msm pensamento que vc… hahahaha
    mas oq vale é a diversão!!!

    saudadessss

    beijosssss

  2. Amanda says:

    hahaha!o Calabouço já existe há um tempo… talvez tenha reaberto atualmente…mas cena underground no Rio parece assim… parada no tempo!Há alguns anos atrás qdo eu tinha uns 15/16 anos eu ia bastante, mas agora com meus 23 fica até meio chato!Tenho saudades da cena underground da zona norte do Rio…era muito boa,mas ñ cresceu junto d seus frequentadores, e por isso está sumindo, a galera hj prefere Restart! Saudade dos covers de Ramones, The Clash,Sonic Youth…O tempo passa pra todos minha cara! fato!

  3. Fe Pereira says:

    HAHAHAHA vc foi parar no calabouco? Luis me arrastou pra la, mas pra ver uma banda cover do Metalica…sai de la com 40% a menos da minha capacidade auditiva, mas com a certeza de que a cerveja da tijuca eh a mais gelada e a mais barata…
    E sim, o povo jovem dai eh uma coisa meio restart mais evoluida huahuahuahua ou nao, vai saber?!

  4. Mari says:

    Ahahhaha já fomos algumas vezes no calabouço e, se fosse mais perto de casa, iríamos mais (lei seca, bla bla bla). Tente ir algum dia sem show, o bar é divertido, as músicas são boas e a galera muito diferente. Em dias normais os tios rock n roll lotam o lugar, chegam todos em suas harleys, vale a experiência!! Só nao pode ir muito menininha, todas as vezes fui de tênis, camiseta surrada e jeans e, mesmo assim, acho que pela minha cara de anjinha, parecia um ET! Acho que todo mundo percebia que por baixo do jeans e tênis havia uma saia rodada marcada na cintura e sandalinhas!! Ahhahahahahha

    saudades de todas vocês!!!

    Beijos, Mari

  5. marcela de vasconcellos says:

    Engraçado que nossa mente diz: sou gatinha, adolescente, tenho 14 anos.
    E o corpo diz: ” Tem cadeira, nesse lugar não? Minha lombar tá gritando mais que o vocalista!”.

    As últimas tentativas de balada-até-amanhecer acabaram em saudades de uma noite completa de sono, péssimo desempenho no trabalho e zumbido no ouvido. Definitivamente entrei na idade do barzinho, showzinho, cervejinha…tudo inho…rsrs. Ou vai ver só que eu sou uma velha num corpo de 14anos.

    bjuus

  6. Didi Espínola says:

    Gentem…. morrendo de rir com os comentários!! Serviu para alegrar… já que bateu um leve nostalgia com o texto que a Fernanda postou…
    Sempre que passo por aqui me divirto com seus post’s. Um grande abraço!

  7. renatacirne says:

    Nooooooossa!! Só vi esse post agora, Fê!!!! Adorei!!! Mesmo com todas as crianças e alguns momentos assustadores, como quando tocou System of a Down e as pessoas entraram em transe, foi ótimo!!!!! Que venham os próximos showzinhos no Calabouço!!! Com Duuuuuuff a gente aguenta!! hahahahaha!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s