Sophie Madeleine

 

Toda vez que alguém me pergunta o que eu gosto de ouvir, eu respiro fundo. Se a pessoa tem um gosto musical muito diferente do meu (tipo curte sertanejo, tipo é fã de Paula Fernandes, tipo, sei lá, acredita no valor musical do tchu-tchá), eu digo que, ah, não sou uma pessoa muito musical. Mas se a pessoa tem um gosto refinadíssimo, gosta de, sei lá, Miles Davis e John Coltrane e acha que não houve mais música brasileira de qualidade depois dos Mutantes, acaba que eu faço a mesma coisa. Ou se a pessoa gosta de todas as bandas novas brasileiras de meninos barbudinhos, também não teremos muito assunto.

Pq né. Eu sou a pessoa que gosta de Hanson – que diabo de gosto é esse?!

O fato é que, mais do que isso, eu não entendo de música. Então não é mentira quando eu digo que não sou uma pessoa essencialmente musical- na verdade, eu fico muitos dias sem ouvir nada. E quando ouço são basicamente as mesmas coisas: Hanson, Jackson 5, Los Hermanos, Nirvana, She & Him, Beatles. Não vou muito além. Comecei a ouvir The Ting Tings com 3 anos de atraso, sabe? E só gosto de umas 2 músicas da Lana Del Rey. Não sou moderna. Não sou erudita. Não sou popular. Tô meio que no meio termo de tudo.

A última novidade que ouvi foi a Sophie Madeleine, uma moça inglesa que se descreve como “uma velha que adora tomar chá”. Faz sentido, ela é inglesa, tímida e toca ukelele, um instrumento que, visualmente, lembra muito um cavaquinho. O som é uma delícia, dá vontade de ficar em casa, na janela, tomando chocolate quente e comendo bolo (ou café com leite e comendo pão. tudo me parece desculpa para comer nesses dias que estou em casa).

.

.

Quem me fez conhecer a Sophie foi a Fêzinha, que postou esse vídeo no facebook. Desde então eu baixei o primeiro álbum dela (Love. Life. Ukelele) e agora estou pra baixar o segundo. Deu até vontade de baixar um álbum do Eddie Vedder (do Pearl Jam, aquela voz maravilhosa) em que ele também toca ukelele. UPDATE: Baixei Ukelele Songs, é coisa linda, não tem voz com aquela, minha gente.

.

.

.

.

;

.

uma música sobre tricotar? Amei!

5 thoughts on “Sophie Madeleine

  1. Vivi Brignes says:

    Realmente esse instrumento é uma delícia e a moça é estilosa. Forma um bom conjunto! rs
    Adorei sua descrição não musical!
    Eu não consigo lembrar um dia que eu tenha ficado sem ouvir uma música. Minha família é musical. Tenho K7 gravados de qd era bebê “cantando” ,pelo menos meu pai acreditava q aquele barulho era música. E minha filhota vai ser assim tb , pq hj ela já pula na barriga se a música for boa. Bjks

  2. Deborah Anjos (@DehAnjos) says:

    Engraçado vc dizer que tem essa relação com a música e que diz isso pro povo que pergunta o q vc ouve… tipo, ouve beatles, los hermanos, chico buarque… e hanson, sim pq nao?
    assume seu gosto musical pro mundo, fe! (pode chamar de fê, né? leio o blog há tantos tempos que me sinto intima já hahaha)

    Tem gente que julga os gosto musical em bom/ruim sem saber os podres de cada um…
    no escritório, a gente ouve los hermanos e claudinho e buchecha com a mesma frequencia (e, de vez em quando rola backstreet boys, sandy e jr, raça negra e negritude jr. tudo junto, na mesma playlist que os meninos barbudos cantam rs)

    Sei lá, me senti bem em dividir isso com vc.🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s