FAQ

Eu sou feliz e realizada por saber que sempre tem gente nova entrando aqui no blog. E bem feliz também porque tem gente que me acompanha desde que criei esse canto. Para quem é novo, para quem sempre está aqui e para quem aparece de vez em quando para dar um oi resolvi criar uma página com as dúvidas mais frequentes dos leitores. Ela funciona como um perfil e como um tira dúvidas permanente, sendo sempre atualizado.

,

,

Fala aí quem é você. Sou Fernanda, tenho 27 anos e sou jornalista.

Qual é a sua altura e peso? Tenho 1,62m e estou gordinha, com 63kg.

O que você faz da vida? Trabalhei muitos anos com Comunicação Corporativa em uma grande empresa, também passei por um período trabalhando em assessoria de imprensa. Hoje faço freelas em redação e produção de moda.

E isso dá dinheiro? Como você fez para entrar nesse mercado? Até agora não tem me dado muito dinheiro não, mas eu sabia que isso poderia acontecer quando saí da empresa que trabalhava e resolvi apostar tudo em moda. Acredito que é nesse ramo que está a minha felicidade (profissionalmente falando) e eu não poderia esperar mais.

Por que você criou o blog? De onde tirou esse nome? Eu gosto muito de comprar. Gosto de escolher as peças mesmo, pesquisar. Gosto de sair da loja cheia de sacolas. Cada roupa é uma pequena transformação,c omo um figurino – sempre que compro uma peça nova, é como se estivesse me reinventando, descobrindo algo novo em mim. A sensação é incrível, mas me faz um mal tamanho quando estou sem dinheiro. Uma vez minha amiga Teresa me emprestou o livro Confessions of a Shopaholic (no Brasil o título é “Os delírios de consumo de Becky Bloom”) e eu vi meu estilo de vida sendo levado às últimas consequencias. Achei que o blog seria a forma de viver a moda sem gastar feito louca.

.

.

Eu quero morar com o meu namorado e vi que você mora com o seu. Como você conseguiu encontrar o seu apartamento? Não foi fácil. Procuramos por 6 longos meses até encontrar um que era a nossa cara. Todos os fins de semana eram dias oficiais de busca, e sempre que passávamos em alguma rua interessante, enchíamos o saco dos porteiros – isso não ajudou muito, na verdade, atualmente a disputa está incrível! Daí no dia do meu aniversário (um sábado) viemos visitar esse. Você meio que sente quando encontra o apartamento que deseja, e a gente sentiu isso junto. Falamos com o proprietário que queríamos muito fechar, que cobriríamos a oferta – não cobrimos, mas isso chamou a atenção dele. No mesmo dia, mais tarde, começamos a ligar e encher o saco dele. Em uma semana, o ap era nosso.

E a vida de casal, você me dá alguma dica? Dou várias nesse post aqui. Não é fácil, tem dias que eu quero matar o João. Tem dias em que ele provavelmente não me suporta também. Mas, acima disso tudo, existia uma vontade muito grande de estarmos juntos depois de 8 anos namorando. Morar junto com ele é uma das melhores coisas da minha vida.

Vocês vão casar? Acho que sim, um dia. A gente encara esse período morando juntos como uma experiência mesmo. Ele diz que “precisamos aprender muito um com o outro antes de casar”, e eu concordo. De qualquer maneira, acho que não casaria na igreja, não do jeito tradicional.

.

;

Você tem religião? Não.

Qual é o seu time? Fluminense.

Vi que você gosta de Crepúsculo e Harry Potter, não se sente meio velha para essas coisas? Ah, pode até ser… mas fazer o quê? Eu gosto e pronto.

.

E seu cabelo, sempre foi assim? Não! Comecei a fazer relaxamento com uns 10 anos, levada pela minha mãe. Passei toda a infância e adolescência com os cabelos mais pra frizados, sabe? Quase lisos, muitas vezes. Cheguei a intercalar a química com tranças, cheguei a usar megahair, mas a química estava lá, constante. Só lá pro fim da faculdade que eu voltei a usar tranças e, ao retirá-las, me deparei com o meu cabelo natural, bem curtinho. Ele estava bem ressecado e maltratado, mas fui cuidando e ele foi crescendo. Deve ter uns 5 anos que uso ele natural. (você pode ver fotos que contam a história nesse post.)

O que você faz nele atualmente? Eu pinto a raiz (Richesse 8.02), que é bem escura, e faço mechas (Descolorante Platinum, da L’oreal, sem amônia). No final, jogo um tonalizante (Richesse, linha Milk Shakes 9.02) em tudo. Faço isso no salão, em casa é tenso! Como o processo todo é muito demorado (cerca de 4horas) e caro, acabo retocando com o profissional apenas 2 vezes por ano (a raiz consigo retocar em casa).

Que creme(s) você usa para manter os cabelos cacheados? Já usei e aprovei os seguintes cremes:

  • Beleza Natural
  • Mariana;
  • Active Gloss da Elisafer;
  • Linha para cachos da Trilogia;
  • Finalizador da Haskell;
  • Small Talk, da TIGI;
  • Curlesque, da linha Catwalk, da TIGI.

E para hidratar? Dificilmente vou ao salão para hidratar o cabelo, geralmente uma vez a cada 2 ou 3 meses, ou então quando vou retocar as mechas (nesse dia o cabelo fica tão destruído que mal cacheia!), então hidrato o cabelo em casa, uma vez por semana. Lavo com shampoo, seco bem e aplico a máscara mecha a mecha, manipulando bastante. Deixo agir (às vezes bem mais do que o recomendado na embalagem), depois enxáguo e penteio.

Você costuma usar penteados? Quais? Na verdade, eu geralmente uso o cabelo solto, acho que o black por si só é quase um acessório, um penteado pronto. A questão é que, como tenho mechas, muitas vezes a frente do meu cabelo fica muito detonada e seca. Assim, no decorrer do dia posso prender o cabelo com um coque, uma trancinha só na franja,  usar uma faixa… até turbante eu já fiz! Mas não é uma coisa de todos os dias.

Você indica outros blogs de meninas negras com dicas legais? Sim!

  • Tem o da Gisella Francisca, com looks do dia inspiradores e maquiagens que saem do lugar comum.
  • O site da Cinthya Rachel é praticamente uma central de dicas de cuidados de beleza para cabelos afro e pele negra.
  • O Natural Belle é um blog gringo que fala de tudo um pouco, de tapete vermelho a dicas de produtos.
  • Recentemente descobri o canal de vídeos Fusion of Cultures que tem um monte de tutoriais de penteados e turbantes. Saí apaixonada pela menina.

4 thoughts on “FAQ

  1. Pingback: Oi! «
  2. Cristiane Augusta says:

    Oi Fernanda, tudo bem? Uma pena ter achado seu blog só agora, mas em compensacao vou passar a noite lendo! Tenho procurado um blog como o seu. Ultimamente estou cansada dessas blogueiras vendidas, o blog deixou de ser uma ferramenta de uso pessoal, agora tudo envolve $$$$$$…sem contar a questão étnica, acho muuuito válido. Desculpe pelos erros de concordância aê, você acabou de ganhar uma nova fã! Beijão.

  3. talita says:

    flor to desesperada pintei meu cabelo de chocolate puro imedia e ficou um castanho escuro dourando,odiei,meu cabelo é natural queria deixar ele tipo o seu…li que vc que você faz nele atualmente? Eu pinto a raiz (Richesse 8.02), que é bem escura, e faço mechas (Descolorante Platinum, da L’oreal, sem amônia). No final, jogo um tonalizante (Richesse, linha Milk Shakes 9.02) em tudo. Faço isso no salão, em casa é tenso! Como o processo todo é muito demorado (cerca de 4horas) e caro, acabo retocando com o profissional apenas 2 vezes por ano (a raiz consigo retocar em casa). esse processo e tbm que frequenta o beleza natural,ja fui varias vezes tentar fazer mechas la e mesmo meu belo sendo natural eles dissem nao fazer…vc faz la mesmo?me da uma dica de um salao bom e acessivel bjos to no aguardo da responda help florr

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s