Vodka & Friends

Uma amiga minha muito querida, amiga de quase 20 anos, conseguiu uma oportunidade incrível, e vai trabalhar nos Emirados Árabes por 6 meses. Ela é talentosíssima, inteligente e lindona – e olha que não é só pq é minha amiga não, todo mundo concorda. Sexta reunimos o pessoal do colégio para nos despedirmos da Lu, desejarmos tudo de bom e, claro, lembrarmos das bobeiras do tempo de escola e beber um pouco. O nome do nosso afamado evento é Vodka and Friends, mesmo eu bebendo cerveja, o João uísque e minhas queridas Noca e Bruninha bebendo suquinho e ice tea.

.

Tudo de bom, Luloca!!! Aproveite!!

.

.

.

.

Vem, Fernanda, o timer já vai disparar!

.

.

.

.

.

;

.

A Semana de Moda da Moda Off

Eu sou SUSPEITÍSSIMA pra falar da Ana, porque ela é uma amiga, amiga mesmo que o blog me rendeu. Uma pessoa sincera, pra cima, mesmo nos momentos em que está pra baixo. Desbocaaaada, menina, fala palavrão com uma naturalidade, eu rio demais do jeito dela. É carioquíssima. Daí que a Ana (Ana Off, como chamo, pq minha vida é lotada de várias Anas muito queridas) cobriu o SPFW em uma das melhores coberturas que já vi aí pela blogosfera, vocês viram?

A Ana fez uma série de vídeos com personalidades do mundo da moda contando seus melhores achados. Particularmente, meu depoimento preferido é o da Constanza Costanza Pascolato, pra mim uma verdadeira entidade. Ela prova pra gente (e pra indústria, e pras marcas e pra todo mundo) que elegância independe de idade, independe de marcas ou compras compulsivas (oi?). Tem muito a ver com postura e inteligência na hora de selecionar as peças que compramos, tem muito a ver com atualizar. Vocês viram o vídeo?

.

.

Além disso, Ana deu um show com looks que cheios de peças que a gente super tem no armário, mas combinadas de um jeito diferente, pq não?

.

Casquete eu não tenho, mas saia fofinha, bolero e sapatilha estão presentes!

.

Macacão com blusão e oxford! Largo+Largo!

.

Ei, eu conheço essa calça!

.

Acessórios, MUITOS!

.

Uma colegial com uma penugem, gente!

.

Ana, adorei a sua cobertura do evento, e sou fã da sua cobertura da vida!

.

Quem é fã do Hoje Vou Assim Off levanta a mão!

o/

Siga o exemplo da Beatriz

Você tem um casamento/formatura/colação/batizado/festa chique cheia de mimimi, e não sabe o que usar. Uma dor estranha atinge seu fígado toda vez que você passa numa daquelas lojas de aluguel, ou pensa nos vestidos bufantes e cabelos em cascata. Não tema, minha cara! Faça como a minha amiga Beatriz e use um vestido de dia à noite!

Mas não se iluda: não é fácil. Não vai ser qualquer vestidinho de viscolycra que vai dar conta do recado. Tem que ser um vestidón. De preferência longo. Pode ser estampado, Fernanda? Não só pode como deve! Pq, convenhamos, você vai na loja, paga trocentos (valor censurado) por uma estampa exclusiva, modelo único e bla bla bla pra usar no cinema? No barzinho? No Natal? No seu aniversário? Então, pq não numa ocasião fina e chique?

Olha a Beatriz aí dando aula!

Cabelón, poucos acessórios, e o vestido arrasou na noite!

.

.

Bom, o vestido foi um sucesso!!! Todos acharam muito moderno, muito lindo, muito diferente! Claro que teve um amigo que comentou: “Ih, tá parecendo rainha da primavera!”. Mas até que foi interessante… Acho que se eu fosse eleita rainha da primavera dava pra fazer umas alterações e usar o mesmo vestido… hahahaha… muito versátil essa roupa!

Se você reparar eu coloquei umas alcinhas no vestido! É porque o tecido dele não é elástico, e cede muito na primeira vez que usa. Aí, minha mãe muito esperta resolveu fazer umas alcinhas removíveis com antecedência, caso o vestido ficasse decendo. Ele só cedeu um pouquinho, mas achei melhor colocar pra não ter preocupação na hora de dançar!!

A dica do cabelo foi muito boa!! O penteado ficou um pouquinho diferente do seu: ao invés de prender tudo atrás, a cabelereira deixou as pontas soltas. Mas aguentou a noite inteira!!

Caramba, já escrevi muito! Bom, brigadão pela “consultoria” e pelo apoio! Muito mais divertido ir aos casamentos com uma roupa que a gente gosta de verdade!!

.

Show, Bea, eu também amei!!!

Orgulho da amiga

Conheci a Manu na faculdade. Engraçado que foi só no finalzinho quando, em tese, cada um já tem o seu grupinho. Fazíamos só algumas matérias juntas, mas foi engraçado a gente se descobrir, deu muito certo. Aos poucos a gente descobriu gostar das mesmas coisas, rir das mesmas coisas, se estressar com as mesmas coisas. Nossos diálogos são hilários pq uma completa a outra e falamos a mesma coisa ao mesmo tempo pq, no geral, pensamos muito parecido. Isso se aplica aos nossos temas principais: comida, homens e moda, não necessariamente nessa ordem.

A Manu é super estilosa. Acho bacana como ela incorpora características da identidade carioca (roupas confortáveis, com aquela cara de “não me esforcei pra escolher”) com pecinhas bem arrumadinhas para o ambiente de trabalho. Toda semana almoçamos juntas para fofocar, e toda semana eu quero fotografá-la. Só que no meio do monte de bobagens que falamos, eu sempre perco a hora, volto correndo para o trabalho e me arrependo de não ter registrado a inspiração.

Mas semana passada foi diferente:

.

.

Ei, amiga, continue me inspirando!

Beijos!