É que eu fiquei assim: metida*

Eu sei que estou há um bom tempo sem postar.

De fato, as postagens estão menos freqüentes.

Estou comentando menos por aí… realmente estou ausente.

Mas não é pela falta de tempo, a máquina quebrada, o conserto que ficou orçado em mais de 200 reais e eu não vou pagar, a disputa pelo computador aqui em casa…não é nada disso não, gente.

É que eu fiquei metida.

Metidona, nariz em pé, nojentinha, tudo isso. Escrotinha mesmo, celebridade, sabe? Daquelas que cultivam um ar blasé na mesma medida em que cultivam papéis fracos em novelas. Tô assim, gente, vocês me desculpem, mas virei estrela. E se vocês quiserem culpar alguém, falem com a Cat, pq a culpa é dela.

Cat é uma leitora lá de Moçambique, meu povo, como aquela música do Bob Dylan. É uma leitora que adora o Momento Cabelón, que curte um vestido e uma conversa fiada, e olha que jogar conversa fora é comigo mesmo. E eis que, com tanto small talk, vejam vocês, surgiu uma amizade bacana na troca de e-mails. E a fofa me mandou um presente. Assim, do coração, uma bolsa liiiinda e um corte de capulana, um tecido típico de Moçambique. É ou não é para amar? Para ficar com lágrimas nos olhos? Não é brinde. É presente mesmo. É fofura genuína e eu me senti muito especial só por ter, de alguma forma, atraído alguém assim.

Aí subiu à cabeça e fiquei metida, gente.

.

Aaaah, vocês por aí?

.

Eu cansei dessas sessões de fotos!

.

I’m done!

.

Eu vou m’embora!

.

Esses flashes me cegam!

.

Obrigada, Cat. De verdade.

(e aguardem só para ver a capulana! tô cheia de ideias para usar o tecido!)

Vestido velho pra chuchu. Sapatilha Renner. Jaqueta Myth. Bolsa de Moçambique dada pela querida Cat. Óculos TNM (“Tá Na Moda”, no Centro do Rio).

.

* Gente, só pra esclarecer, né: tô de brinks.

Eye of the tiger

Dia desses fez um friozinho, e eu prontamente coloquei a minha perfecto. Coloquei também minha blusa xadrez, sobrepus com uma blusa de manga comprida e pronto! Estava com a minha combinação favorita. Para não ficar muito largadinha, coloquei calça social e sapatilha.

Tava tudo muito bom, tudo muito bem, até que fui tirar a foto. Percebi que a blusinha, que tem a manga mais comprida com abas para encaixar as mãos, me deixou praticamente uma lutadora de boxe. Não ficou parecendo que minha mão estava enfaixada? Isso foi o suficiente para baixar o Rocky Balboa em mim, junto com um olho meio fechado e uma interpretação sofrível.

.

.

.

Adrieeeeeeeeeeeeeeeeeeen!

.

Pulando corda!

.

Pique no lugar!

.

Calça social comprada em alguma lojinha de Petrópolis. Mochila Gilson Martins (uma relíquia!). Blusa xadrez Poupée. Sapatilha Empório Naka. Perfecto Myth.

Sacodindo a poeira

Porque a melhor coisa a se fazer quando estamos pra baixo é colocar uma roupa linda. E hoje eu estou me sentindo linda. (Importante isso, né? Ficar satisfeita consigo mesma, se amar muito. É uma maquiagem de dentro pra fora.)

10-07-09

Vestido Myth

.

10-07-09_1117

Relógio Swatch

Colar de nome Cupcake

.

E os detalhes:

10-07-09_1115

Cinto Renner

.

10-07-09_1116

Sandália Imporium

.

Ah, já estou no 3º livro da Chesapeake Bay Saga, o Inner Harbor, e o irmão da vez é o Phillip Quinn. Publicitário. Gosta de vinho. Do tipo que tem-sempre-uma-respostinha-na-ponta-da-língua [mommy language mode on]. E lindo, né, pq nesses livros de Nora Roberts não tem gente feia, baby. De feio já basta o mundo real, nénão? hahaha. Então, assim, ainda não estou apaixonada por ele não, até pq não gosto de homem que fala muito (qual é a graça? Alguém igual a mim? Não vai dar certo, capaz de rolar faísca.), mas ainda estou no 3º capítulo.

É isso, gente!

.

Boa sexta-feira pra todo mundo!!!

Easy-Rider

Comprei essa jaqueta perfecto na Myth há mais ou menos 1 mês, e não conseguia usar direito. Ficava numa paranóia de que ia me acharem *a* motoqueira, rirem de mim e etc. Paranóia mesmo, pq quando usei, esse fim de semana, gostei tanto que acabei vindo com ela pro trabalho hoje também.

A perfecto é legal tanto pra investir no Easy Rider que existe dentro de nós, quanto para quebrar o clima de uma roupa mais romântica. Vejam como:

Geral 139

Sábado: “Fernanda, então agora você é da galerinha punk rock” – Pergunta feita pelo namorado.

É, coloquei pela primeira vez minha wet legging (meeeedo), e o namorado adorou. “É lisinha, boa de passar a mão” (oba!). Então tá aprovada. Combinada com o couro (ecológico) da jaqueta, ficou uma coisa assim, meio all leather.

Wet Legging Maria Filó

Maxi T.Shirt Zara

Jaqueta Perfecto Myth

.

06-07-09_1352

Segunda-feira: “Veio de moto hoje?” – Pergunta amiga da aula da pós.

Com esse vestidinho (que me parece meio anos 80, porque tem uma manguinha meio bufante e tem essa cor, ãm, discreta. Me lembra um prom dress.

Vestido Mananciais

Meia Opaca Lupo

Peep Toe Andarella

Jaqueta Perfecto Myth

.

E aí, o que acharam? Posso comprar uma motoca?